A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/09/2014 08:44

Quatro jovens assaltam taxista no Los Angeles e um acaba preso

Lidiane Kober e Luciana Brazil

Alegando falta de dinheiro para pagar a corrida, quatro jovens assaltaram, na madrugada de hoje (13), o taxista João Carlos Batista, de 43 anos. Eles agiram normalmente como clientes para, no final da rota, anunciar o assalto com um golpe no pescoço.

Os jovens levaram R$ 200, três aparelhos de celular e um GPS. Um deles, porém, acabou preso e devolveu R$ 73. Denis da Costa, de 18 anos, acabou entregando os outros três comparsas e a polícia está a captura deles.

Segundo o taxista, que largou há 2,5 anos a carreira de pedreiro para aumentar a renda, enquanto estava em uma corrida no Jardim Imá ouviu pelo rádio várias solicitações de táxi nas redondezas do Empório Santo Antônio, onde estava sendo realizada uma festa.

Justamente por temer assalto, ele decidiu, primeiro, passar pela região e conferir o clima. Assim que chegou, seis jovens, bem vestidos, o abordaram e solicitaram uma corrida para todos. João Carlos informou transportar só quatro.

O grupo aceitou se dividir e quatro embarcaram em direção ao Jardim Los Angeles. No caminho, a conversa seguiu normalmente e o taxista ficou tranquilo.

No ponto de chegada, um começou a “empurrar” a conta para outro até que o jovem, que estava sentado atrás do taxista, o imobilizar com um “gravata” no pescoço. João Carlos ainda sentiu algo pontiagudo, como se fosse uma faca e entregou seus pertences e dinheiro.

Com golpes na nuca e na cabeça, os jovens ainda cobraram mais dinheiro e o motorista alegou ter começado o trabalho às 22h.

Em seguida, três deles saíram correndo e um caminhando. Denis não se apressou e acabou na garras da polícia, acionada logo após o assalto. Ele foi preso e entregou os comparsas, todos com mais de 18 anos. A polícia os procura.

Triste, a mãe de Denis, que não se identificou foi à delegacia. “A gente faz tudo pelo filhos para acontecer isso”, disse a diarista, de 37 anos, com os olhos cheios de lágrima. Antes de sair, ela deu dinheiro e cartão de passe para Denis ir à festa. O filho, por sua vez, justificou o crime à falta de dinheiro para pagar o táxi.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions