A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/08/2013 11:24

Quatro mil moradores serão beneficiados com rede de esgoto na Vila Palmira

Francisco Júnior
Obra vai beneficiar 4 mil moradores. (Foto: Divulgação)Obra vai beneficiar 4 mil moradores. (Foto: Divulgação)

Através do Programa Sanear Morena 2, a Águas Guariroba está implantando 15,7 quilômetros de rede de esgoto na Vila Palmira, em Campo Grande, vai beneficiar cerca de 4 mil moradores.

A Vila Palmira é um dos 33 bairros da área urbana do Imbirussu que recebe investimentos de R$ 57 milhões da concessionária controlada pela Aegea, holding de saneamento do Grupo Equipav responsável pelos serviços de água e esgoto na Capital.

A implantação da rede de esgoto traz para os moradores do bairro um benefício há muito tempo esperado, conforme avalia o aposentado Felicíssimo Gaúna Soares, morador da Rua Tókio há mais de 25 anos. “Só vimos um investimento assim aqui no bairro quando chegou o asfalto. Agora com a vinda do esgoto estamos recebendo um serviço importante que vai dar mais estrutura para a região e mais comodidade para nós moradores”, afirmou. “Assim que a obra estiver finalizada vamos fazer a conexão. Em casa já temos duas fossas que enchem muito rápido e sempre precisamos esvaziar”, comentou Felicíssimo Soares.

Para a dona de casa Maria Alzenir Riquelme, moradora da Vila Palmira há cerca de 30 anos, a chegada da rede de esgoto vai valorizar mais os imóveis da região e contribuir para a saúde dos moradores. “A fossa fica para fora da casa, mas nós sabemos que ela pode contaminar o solo e causar doenças”, ressaltou a moradora.

No total, estão sendo implantados na região do Imbirussu 139 km de rede coletora de esgoto, 13.066 novas ligações domiciliares e uma nova estação de tratamento de esgoto, já em operação. Após a conclusão do Sanear Morena 2, a Águas Guariroba inicia já em 2014 o projeto de universalização do sistema de esgotamento sanitário, que vai disponibilizar cobertura de 100% dos serviços de coleta, afastamento e tratamento do esgoto em Campo Grande até 2025 com um investimento de R$ 636 milhões.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


E cadê o esgoto da Rua João Thomas, no Bairro Santo Antonio? Fizeram em todo bairro e esqueceram desta rua? Temos que esgotar as fossas sépticas de quinze em quinze dias, pois não podemos abrir outras, devido a contaminação . E cadê o esgoto?
 
Alice daConceição do Nascimento em 02/08/2013 14:46:50
Benefício é algo que você não pagou e recebeu. Isso é um serviço que o morador paga até o cano da rua, o serviço, o asfalto e tudo em 36 prestações. Acho uma ladroagem igual estacionamento no centro que ninguém cuida. Depois vai pagar 70% do valor da agua mensal + a prestação dos canos. Nós temos que denunciar ao MPE. E ainda tem pessoas mau informada que aplaude.
 
luiz alves em 02/08/2013 12:51:14
MEUS DEUS VOU TER QUE ESPERAR 25 ANOS???
 
Franciele Sarate Rafael em 02/08/2013 12:25:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions