ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  26    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Rapaz grava vídeo para família com mãe e tia trancadas em casa

O quadro do paciente é de esquizofrenia, mas não há laudo para comprovar. Ele foi levado para UPA Coronel Antonino

Por Geisy Garnes e Aletheya Alves | 03/08/2020 17:52
Como estava muito alterado e gritava sem parar, o rapaz foi imobilizado (Foto: Paulo Francis)
Como estava muito alterado e gritava sem parar, o rapaz foi imobilizado (Foto: Paulo Francis)

Um rapaz de 23 anos precisou ser contido por militares do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar após sofrer um surto e trancar a mãe e a tia dentro de uma casa no Bairro Coronel Antonino, em Campo Grande, na tarde desta segunda-feira (3). As equipes foram chamadas depois que o jovem gravou e enviou um vídeo para familiares gritando ameaças.

Conforme o tenente Edson Yamamoto, da Polícia Militar, o rapaz gravou o vídeo visivelmente alterado e enviou para parentes. Nas imagens feitas por ele mesmo, gritava muito e afirmava que “ia ter morte”. Depois disso, trancou a residência e impediu a mãe e a tia saírem do local.

Preocupados, os familiares chamaram a polícia e o Corpo de Bombeiros. Assim que chegaram na casa, os militares tentaram convencer o rapaz a liberar as parentes, mas ele se negou. Por isso, as equipes arrombaram o portão e a porta para resgatar as vítimas.

O jovem não resistiu e obedeceu a todas as ordens policiais, mas como estava muito alterado e gritava sem parar, foi imobilizado. Aos bombeiros, a família disse que é a primeira vez que algo assim acontece e que acredita ser surto por uso de drogas. Antes disso, não perceberam nenhum comportamento anormal.

Segundo o tenente Paulo Cordeiro, do Corpo de Bombeiros, o quadro do paciente é de esquizofrenia, mas não há laudo para comprovar. Ele foi levado para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Coronel Antonino sem ferimentos. E a mãe e a tia não sofreram lesões.

Equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram chamadas para resgatar as vítimas (Foto: Paulo Francis)
Equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram chamadas para resgatar as vítimas (Foto: Paulo Francis)


Regras de comentário