A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Setembro de 2019

24/08/2019 12:44

Reinaldo diz que uso de hotel para moradia popular é projeto "saudável"

Projeto da prefeitura de Campo Grande está prevê 117 unidades habitacionais no Hotel Campo Grande e depende de desapropriação

Silvia Frias e Liniker Ribeiro
No projeto, fachada terá imagem de Manoel de Barros (Foto/Reprodução)No projeto, fachada terá imagem de Manoel de Barros (Foto/Reprodução)

A possibilidade de transformar o Hotel Campo Grande em unidade habitacional é considerada positiva pelo governador do Estado, Reinaldo Azambuja. “Tudo que tivermos de prédio que possa ser utilizado como moradia popular é saudável”, comentou.

Reinaldo falou sobre o projeto durante inauguração de complexo esportivo na Vila Almeida. A proposta está sendo negociada pela prefeitura com os proprietários do hotel, e prevê gasto de R$ 38 milhões, sendo R$ 13 milhões para desapropriação e R$ 25 milhões para obras na estrutura do imóvel.

Segundo o governador, conta a favor a possibilidade de se utilizar verba por meio do programa Minha Casa Minha Vida.

A proposta da prefeitura é transformar os 86 quartos e suítes em 117 unidades habitacionais, com menos de 30 metros quadrados. O nome do condomínio seria "Menino do Mato", título de uma das últimas obras do poeta Manoel de Barros, que morreu em 2014. O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), aguarda resposta do Ministério do Desenvolvimento Regional sobre o projeto.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions