A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

05/09/2017 13:15

Retomada de obras paralisadas irá gerar 1,5 mil novos postos de trabalho

Pacote foi viabilizado por meio da parceria e contrapartida do Governo do Estado

Guilherme Henri
Trecho da avenida Ernesto Giesel que receberá obras (Foto: Divulgação/ Governo MS_Trecho da avenida Ernesto Giesel que receberá obras (Foto: Divulgação/ Governo MS_

Pacote viabilizado pelo Governo do Estado irá gerar pelo menos 1.500 novos postos de trabalho em Campo Grande. A estimativa é da prefeitura, que irá retomar obras de drenagem, pavimentação e urbanização de áreas que estavam paralisadas, depois de ter sido contemplada com R$ 180 milhões, viabilizados por meio da parceria e contrapartida do Estado.

Para o secretario municipal de infraestrutura, transporte e habitação, Rudi Fiorese, além dos empregos diretos as obras vão ajudar a alavancar a economia, por meio do fornecimento dos materiais empregados nas obras. “Esse aumento de postos de trabalho é fundamental numa crise como essa que passamos, com desemprego tão alto”, afirma o secretario.

“Serão cerca de 1.500 empregos diretos. Além disso, haverá geração de empregos indiretos. Na drenagem, por exemplo, as empresas vencedoras da licitação precisarão comprar manilhas, o que irá aumentar a demanda e consequentemente a produção dos fabricantes locais”, detalhou o secretário.

Trecho danificado na avenida Ernesto Giesel (Foto: Divulgação/ Governo MS) Trecho danificado na avenida Ernesto Giesel (Foto: Divulgação/ Governo MS)

Incentivos - Durante assinatura dos termos de convênio com a prefeitura ontem (5), na Câmara de Vereadores, o governador Reinaldo Azambuja destacou as ações em parceria com a prefeitura.

Segundo ele, na Capital, o governo investiu R$ 1,6 milhão para tornar o Polo Industrial Miguel Letteriello, na região norte, 100% pavimentado. Ainda estão em andamento os trabalhos para revitalização do Núcleo Industrial Indubrasil, que conta com investimentos de mais R$ 6,6 milhões.

“Temos várias obras em parceria, entre elas as de recuperação dos nossos polos empresariais para geração de emprego e renda à Capital e às as pessoas que moram aqui. Não é à toa que Mato Grosso do Sul foi o primeiro estado em geração positiva de emprego nos últimos doze meses e a gente precisa avançar nisso”, destacou o governador.

Na oportunidade, o prefeito Marquinhos Trad aproveitou para lembrar que as obras já tiveram início em vários pontos da região norte – como o Nova Lima, Jardim Seminário, Altos do São Francisco e Sírio Libanês. Conforme a Seintrha, outras estão em fase de licitação e deverão receber ordem de serviço em breve, com todas as novas frentes em execução até o final do ano. “Fizemos um empenho muito grande para devolver à nossa cidade a estabilidade, a segurança e a confiança”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions