A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/08/2014 10:05

Santa Casa fecha ortopedia e deixa saúde à beira do colapso na Capital

Edivaldo Bitencourt e Aliny Mary Dias
Maior hospital do Estado fecha por 24 horas e eleva caos na Capital (Foto: Marcos Ermínio/arquivo)Maior hospital do Estado fecha por 24 horas e eleva caos na Capital (Foto: Marcos Ermínio/arquivo)

Campo Grande está com o atendimento de emergência à beira do colapso desde a noite de ontem após a Santa Casa suspender o atendimento de ortopedia. Comunicada da decisão, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) realiza reunião de emergência para definir como fica o atendimento às vítimas de traumas e acidentes na Capital.

O hospital informou que 36 pacientes com fraturas aguardam uma vaga no centro cirúrgico. Como só os casos muito graves estão sendo priorizados, o estabelecimento suspendeu o atendimento de emergência no setor de ortopedia por 24 horas e pode ampliar a medida por mais 48 horas.

Ontem à noite, a Santa Casa notificou a Sesau, Secretaria Estadual de Saúde, MPE (Ministério Público Estadual) e MPF (Ministério Público Federal). O hospital alega que realiza 2,5 mil cirurgias por mês, o que já supera a capacidade do centro cirúrgico.

A reunião de emergência vai contar com a presença dos secretários de Saúde do município, Jamal Salem, e do Estado, Antônio Lastória, e representantes da Santa Casa, do Hospital do Pênfigo e do Hospital Universitário. O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian informou que não enviará representante.

A Santa Casa só vai continuar recebendo vítimas de acidente com trauma neurológico, porque é a única instituição referência para este tipo de atendimento em Campo Grande.

Sem vagas nos hospitais há meses, a Sesau já vinha até improvisando CTI (Centro de Terapia Intensivo) nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e centros regionais de saúde. Camila Delmondes Flores, 24 anos, morreu no Hospital Universitário após ficar em uma unidade de emergência improvisada por 48 horas na UPA da Vila Almeida.

Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions