ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Santa Emília conquista unidade de saúde com médicos cardiologistas e psiquiatras

Obra estava paralisada há sete anos e agora irá atender mais de 12 mil moradores do bairro e entorno

Gabriela Couto e Caroline Maldonado | 26/08/2022 11:07
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Autoridades descerrando placa de inauguração de Unidade de Saúde da Família, no bairro Santa Emília. (Foto: Marcos Maluf)
Autoridades descerrando placa de inauguração de Unidade de Saúde da Família, no bairro Santa Emília. (Foto: Marcos Maluf)

Foi inaugurada nesta sexta-feira (26), a Unidade de Saúde da Família Jeferson Rodrigues de Souza, do bairro Santa Emília. O local vai atender mais de 12 mil moradores da região e era esperado desde 2015. A novidade anunciada pela prefeitura é que esta é a décima unidade da Capital que vai atender os usuários com especialidades médicas. Já tem disponível no local cardiologista e psiquiatra.

O projeto criado em 2007 custou mais de R$ 2,2 milhões. Apesar de ter recebido emendas do senador Nelsinho Trad (PSD) e contrapartida do município quando foi retomada, teve que ser paralisada novamente por conta da pandemia. As obras foram reiniciadas uma segunda vez em 2021 e concluídas hoje.

Fachada do prédio da nova USF que ficou pronta após sete anos de espera dos moradores da região do Santa Emília. (Foto: Marcos Maluf)
Fachada do prédio da nova USF que ficou pronta após sete anos de espera dos moradores da região do Santa Emília. (Foto: Marcos Maluf)

“Foi uma verdadeira odisseia. Mas conseguimos entregar. Esta é nossa 73ª unidade de saúde de Campo Grande. Representa mais um avanço para a saúde da população. No início da gestão éramos a última capital em gestão primária e agora estamos em sexto lugar no ranking nacional”, afirmou o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho.

O município terá que arcar com R$ 160 mil por mês para pagar os salários aos servidores até que o Ministério da Saúde habilite a unidade e banque a folha de pagamento com recurso federal. “O diferencial é a estrutura para oferecer teleconsulta. Já começamos com atendimento de cardiologista e psiquiatra. Em breve terá dermatologista e ortopedista”, anunciou o secretário.

O secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, destacou a importância da entrega. “A obra vai trazer grande melhoria, não só para o santa Emília, mas para a região. Foi um trabalho de muita persistência. Problemas sempre temos, mas vamos enfrentando e levando em diante.”

Movimentaçaõ da equipe de profissionais e usuários no primeiro dia de funcionamento da USF Santa Emília. (Foto: Marcos Maluf)
Movimentaçaõ da equipe de profissionais e usuários no primeiro dia de funcionamento da USF Santa Emília. (Foto: Marcos Maluf)

Para a prefeita, Adriane Lopes (Patriotas), cuida da cidade é responsabilidade de todos. “Agradeço os envolvidos no trabalho. Estamos trazendo além de qualidade de vida, novas oportunidades. Estamos trabalhando todos os dias e convidamos todos para serem cuidadores de Campo Grande e ajudar a fazer a gestão.”

Presidente da Associação dos Moradores do bairro Santo Emília, Júlio Gonçalves, ressaltou que depois de 15 anos, esta é a maior obra recebida no bairro. “A maioria dos que chegaram aqui em 1984, quando o não tinha asfalto e nem luz, está recebendo essa obra tão moderna. É importante não só para o Santo Emília, mas também para os bairros Aquário I e II e Figueiras do Parque.”

O nome da USF é em homenagem a um agente comunitário de saúde do bairro Cristo Redentor, falecido em 2019.

Nos siga no Google Notícias