ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Sargento do Exército é preso ao agredir filha e apontar arma para neto

Caso aconteceu nesta terça-feira, na Vila Santa Luzia, e foi registrado na Deam

Por Viviane Oliveira | 20/12/2023 08:34
Caso foi registrado na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Foto: Alex Machado / arquivo) 
Caso foi registrado na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Foto: Alex Machado / arquivo)

Sargento reformado do Exército, de 63 anos, foi preso após agredir a filha e apontar a arma para o neto. O caso aconteceu nesta terça-feira (19), na Vila Santa Luzia, em Campo Grande, e foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

A mulher, de 35 anos, foi ao Batalhão do Coophasul pedir ajuda. Lá, ela contou que havia acabado de se desentender com o seu pai porque não aceitava o novo relacionamento amoroso dele. Após uma discussão, o pai a segurou fortemente pelo pescoço e a derrubou no chão. Na sequência, sacou sua arma de fogo e apontou para o rosto dela e para o neto, de 6 anos.

A vítima apresentava um arranhão no queixo e no braço direito. Ela afirmou que seria por causa das agressões causadas pelo pai. Os policiais, então, foram até a casa do suspeito indicado pela mulher. O sargento foi localizado e confirmou que havia brigado com a filha. A pistola calibre 380, com dez munições, usada para ameaçar a mulher foi encontrada debaixo do travesseiro. O documento da arma foi apresentado aos policiais.

Na delegacia, a mulher disse que no meio da discussão, o pai a pegou pelo pescoço, deu uma rasteira nela, a derrubou no chão e tentou esganá-la. A vítima só conseguiu escapar das agressões depois de ferir o rosto do pai com as unhas. A mulher sofreu ferimentos no queixo, no polegar da mão direita, no joelho esquerdo e no braço esquerdo. Ela disse que não deseja representar contra o pai, mas solicitou medida protetiva.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias