A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

03/10/2014 16:09

Saúde confirma raiva no Centro após 3 anos e faz vacinação em massa

Lidiane Kober

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) confirmou um caso de raiva em um morcego, localizado na região central de Campo Grande e faz vacinação em massa para prevenir a doença. Desde 2011, nenhum animal foi diagnosticado com raiva na Capital e o último caso em humanos ocorreu em 1968.

Segundo a médica veterinária e coordenadora do CCZ, Júlia Macksoud Brazuna, o morcego foi encontrado morto no final de setembro e, na última sexta-feira (26), exame confirmou a presença da doença. “Na segunda-feira (29), já iniciamos os procedimentos de prevenção em um raio de 500 metros do local onde o animal foi encontrado”, ressaltou.

Na região, equipes do CCZ estão percorrendo casas, comércios e apartamentos para levar as informações aos moradores. A orientação é vacinar todos os cães e gatos e pessoas que eventualmente tiveram contato com algum morcego.

Em caso de não localizar ninguém na residência, o CCZ deixa um documento para anunciar o caso de raiva na região e solicita para o morador procurar unidades de saúde para realizar a vacinação. O CCZ fica aberto de segunda a segunda-feira e a vacinação é gratuita.

De acordo com Júlia, é fundamental acionar o centro de zoonoses no caso de encontrar um morcego caído. “Em uma situação dessas, orientamos para não tocar no animal e colocar um balde ou caixa para isolá-lo até a nossa equipe chegar”, frisou.

Por mês, o CCZ realiza, em média de 15 a 20, exames em morcegos. “É um procedimento de rotina, a população nos aciona, recolhemos os morcegos mortos caídos e eles vão para o laboratório”, relatou a médica veterinária.

Na primaverá, segundo ela, é mais comum encontrar os animais, por ser período de reprodução. Ela ainda fez questão de ressaltar que observar os morcegos em situação normal não é motivo de alarde. “Eles são importantes para o meio ambiente, disseminam sementes e realizam controle populacional de insetos”, explicou. “Só é motivo de alerta se o animal for encontrado morto”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions