A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Abril de 2019

01/03/2019 08:35

Saúde descarta dengue hemorrágica como causa da morte de criança

Menino sofreu mais de 10 paradas cardíacas e faleceu no dia 25 de fevereiro

Danielle Valentim
Hospital Universitário em Campo Grande. (Foto: Alcides Neto)Hospital Universitário em Campo Grande. (Foto: Alcides Neto)

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) descarta a morte por dengue hemorrágica de Sidney dos Reis Nantes, de 5 anos. Resultados do Lacen (Laboratório Central) apontam resultado negativo para dengue e a causa ainda é investigada.

O óbito havia sido confirmado no último dia 25 de fevereiro, no Hospital Universitário, em Campo Grande, um dia após a vítima dar entrada na unidade de saúde.

A Sesau registrou o primeiro atendimento do menino na última quinta-feira (21), quando os pais levaram Sidney até UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Universitário. Na ocasião, a equipe médica teria chegado a suspeitar da doença, mas o paciente foi liberado.

Na noite do dia 24 de fevereiro, familiares deram entrada do garoto no HU, onde exames de sangue foram realizados. Segundo a assessoria do Hospital Universitário, o menino recebeu toda a assistência de infecto-pediatra desde a internação, já em estado grave.

No entanto, na manha do dia 25, o menino enfrentou cerca de 10 paradas cardíacas e acabou falecendo. Ainda conforme a assessoria do Hospital Universitário, o menino “passou por vários postos de saúde”, antes de chegar ao HU.

Primeiro caso - A primeiro morte registrado no Estado, em 2019, foi confirmada pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) no início do mês. A vítima, uma mulher de 76 anos, estava internada em um hospital de Três Lagoas – distante 338 quilômetros da Capital.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions