A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/12/2010 16:39

Saúde explica demora no atendimento

Paulo Fernandes

Diretora afirma que médicos atenderam o dobro de pacientes

A diretora de assistência em saúde em exercício e coordenadora da Rede Municipal de Saúde, Iara Barbosa Borralho, afirmou que a fila registrada ontem no posto de saúde Vila Almeida, em Campo Grande, foi conseqüência de “um dia atípico, com muitos pacientes em estado crítico”.

De acordo com ela, foram feitos mais de 100 atendimentos no posto, quando o comum é de 50 durante o período da tarde.

Segundo a coordenadora, a escala estava completa durante a tarde, com quatro clínicos gerais e quatro pediatras, e à noite, com cinco clínicos gerais e quatro pediatras. Os plantões vão das 13h às 19h e das 19h às 7h.

“No posto da Vila Almeida, o trabalho é com classificação de risco. Teve paciente com classificação azul - que é o paciente ambulatorial, que não tem queixa grave – que teve que esperar porque teve várias urgências”, disse.

Um leitor enviou uma foto ao Campo Grande News mostrando que muitos pacientes precisaram esperar atendimento de pé porque todas as cadeiras estavam ocupadas.

Segundo ele, pacientes esperaram mais de quatro horas na fila.



Os atendimentos estavam muito demorado sim, disseram que o motivo é que haviam emergências sendo atendidas, quanto ao pessoal que estavam em pé, já notei isso em várias vezes que fui em postos de saúde, é que sempre há muitos acompanhantes que ficam ocupando lugares de quem realmente está a espera de atendimento e necessita de lugar para sentar.
 
Carlos Eduardo em 29/12/2010 07:13:32
Com certeza foi um dia atípico mesmo. Nos dias típicos, a pessoa teria esperado, pelo menos, SEIS horas.
 
Jucimara Barbosa em 29/12/2010 05:46:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions