A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

25/06/2012 13:01

Saúde espera reforço de R$ 3 milhões da União para Santa Casa

Paula Vitorino
Secretária espera reforço para quitar déficit no gasto mensal da Santa Casa. (Foto: Minamar Júnior)Secretária espera reforço para quitar déficit no gasto mensal da Santa Casa. (Foto: Minamar Júnior)

A Santa Casa deve receber reforço de R$ 3 milhões mensais no orçamento, de acordo com a secretária de Saúde do Estado, Beatriz Figueiredo Dobashi. O recurso está previsto em projeto destinado para a rede de atenção ao atendimento de urgência e emergência, que foi encaminhado ao Ministério da Saúde.

“Estamos na expectativa da publicação da portaria liberando o recurso”, afirmou a secretária. A previsão, segundo Dobashi, é que o repasse aconteça ainda neste mês.

Ela informou que o montante da verba terá incremento da Prefeitura e Estado, com 10% de cada.

O governador André Puccinelli afirmou nesta manhã, durante evento, que a liberação do recurso federal vai beneficiar os dois setores mais deficitários do hospital.

Além da Santa Casa, o projeto prevê beneficiar todos os hospitais regionais do Estado. O valor total do repasse não foi informado, mas só para o Hospital Regional de Campo Grande o recurso será de R$ 1,5 milhão.

Para o maior hospital de MS, a Santa Casa, o reforço servirá para cobrir o déficit mensal. “Todo mês é um malabarismo para pagar as contas e a União tem sempre mais condições de ajudar nesse custeio”, disse.

Fazendo o balanço das contas, Dobashi afirma que se todas as contas tivessem que ser pagas mensalmente o déficit seria de R$ 2,5 milhões por mês. “É por isso que pedimos esse valor ao Ministério”, diz.

Ela diz que além dos gastos diários, a Santa Casa paga dívidas antigas jurídicas e com fornecedores. Por mês, são R$ 159 mil do renegociamento feito com a Enersul.

O governador ainda afirmou que o “Governo está com água até o pescoço aportando recurso” para pagar as dívidas do hospital. A Santa Casa está sob intervenção pública desde 2005, quando passou por crise por conta de dívidas milionárias.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions