A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Junho de 2018

28/04/2011 10:39

Sem acordo com o governo, Associação dos Cabos e Soldados se reúne amanhã

Fabiano Arruda

Após se reunir ontem com o governador André Puccinelli para discutir proposta de reajuste salarial, a ACSPMBM/MS (Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiros) faz assembleia amanhã, às 8 horas, para discutir o que foi apresentado.

Segundo informações da associação, Puccinelli manteve a proposta à categoria de 5% para militares da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul, sem antecipação da tabela de 2013 para 2011.

A reivindicação da classe é a antecipação da tabela para este ano e um índice variante de 15% nos diferentes níveis de salários da categoria.

Na reunião de amanhã, segundo o vice-presidente da associação, Cláudio Souza, o principal objetivo do encontro é repassar aos militares a proposta de reajuste repassada pelo governador e que, por hora, não há intenção de protesto.

“Isso (proposta do governo) foi na contramão e um banho de água fria na tropa, pois pensávamos que ele (governador) atenderia nossas reivindicações ou pelo menos teria uma proposta melhor, pois 5% é um índice de miséria”, disparou Cláudio Souza.

O governo argumenta que o aumento de 5% já representaria um impacto de R$ 6 milhões na folha salarial do servidor público.

Uma nova reunião com o chefe do Executivo Estadual deve ser realizada na segunda-feira. A proposta final deverá ser encaminhada para votação na Assembleia Legislativa até o dia 15 de maio.

Puccinelli garante reajuste de 5% para os servidores públicos estaduais
Após uma negociação de duas horas, as categorias com data-base e 1º de maio, que representam cerca de 40 mil dos 55 mil servidores públicos, consegui...
Policiais militares querem reajuste de 15% e reunião com Puccinelli
Os policiais militares vão propor reajuste de 15% e antecipação da aplicação de tabela progressiva de vencimentos de 2013 para 2011. As propostas fo...
Jovem de 22 anos é preso após colidir em poste
Um jovem de 22 anos foi preso em flagrante na madrugada deste domingo (24) após colidir em um poste na Avenida Ceará. Ele conduzia um veículo Palio e...


esse aumento do governo é mesmo uma miséria não da nem para nada
 
ricardo vincoleto neto em 28/04/2011 11:34:59
ENGRAÇADO 5% PARA OS HOMENS QUE CUIDAM DA SEGURANÇA DA POPULAÇÃO NÃO DÁ, ONERA A FOLHA DE PAGAMENTO, AGORA ME RESPONDAM E OS NOSSOS LEGISLADORES?
QUAL A DIFERENÇA DE UM SOLDADO, CABO, INVESTIGADOR, AGENTES OU QUALQUER OUTRO POSTO, NÃO SÃO TODOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS, NÃO PRESTAM SERVIÇO AO POVO?
PQ ELES QUE PRESTAM TALVEZ O SERVIÇO MAIS RELEVANTE E PERIGOSO, TEM QUE TER UM SALÁRIO DE MISÉRIA?
E O QUE SE DIZER DOS MÉDICOS E PROFESSORES?
TAMBÉM NÃO SÃO ÚTEIS A SOCIEDADE?
O DURO DE TUDO ISSO, É SABER QUE OS NOSSOS LEGISLADORES NÃO MANIFESTAM APOIO A ESSAS CLASSES, FICAM CALADOS E RECEBEM O MAIOR DE TODOS OS AUMENTOS, ISSO SIM DOE!!!
 
ADAIR RIGUEL em 28/04/2011 10:59:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions