A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

08/08/2017 10:56

Sem raio-x, corpo de jovem assassinado está há três dias no Imol

Familiares dizem que atestado de óbito também não foi liberado e não conseguem enterrar o rapaz

Yarima Mecchi
Elizeu estava na frente da casa de um amigo, quando foi atingido pelos tiros (Foto: João Paulo Gonçalves/Arquibo)Elizeu estava na frente da casa de um amigo, quando foi atingido pelos tiros (Foto: João Paulo Gonçalves/Arquibo)

O corpo de Elizeu Cordeiro Neto, de 19 anos, está há três dias no Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) aguardando um exame de raio-x para ser liberado, segundo familiares. O jovem foi assassinado no Jardim Itamaracá no sábado (5) com dois tiros, enquanto estava na frente da casa de um amigo.

"Toda vez que vou no Imol eles alegam que precisam fazer um raio-x nele para localizarem as balas. Falam que as balas não foram localizadas e o exame é essencial para balística", contou um família de Elizeu que não quis se identificar.

Emocionados, familiares dizem que o atestado de óbito também não foi liberado e não conseguem enterrar o rapaz. "Nós queremos nos despedir, enterrar ele. Estou fazendo tudo porque a mãe dele não tem condições de ir atrás das coisas. Ela está muito nervosa com a situação, abalada", disse um familiar.

A reportagem procurou a Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) para saber os motivos pelo qual o corpo de Elizeu ainda está no Imol, mas até a publicação deste material não obteve respostas.

Jovem Elizeu Cordeiro Neto. (Foto: Arquivo Pessoal)Jovem Elizeu Cordeiro Neto. (Foto: Arquivo Pessoal)

Caso - Elizeu Cordeiro Neto, 19, foi assassinado a tiros, por volta das 11h45 deste sábado (05), na Rua Rômulo Cappi, no Itamaracá, em Campo Grande. Segundo boletim de ocorrência, o irmão da vítima informou que os disparos foram efetuados por ocupantes de um veículo Saveiro. Elizeu estava na frente da casa de um amigo.

O rapaz foi socorrido pelo irmão até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Universitário, mas não resistiu. A médica que atendeu a vítima disse que pelo menos dois disparos acertaram Elizeu.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions