A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/02/2016 14:45

Sem reparos, crateras só aumentam e quem passa teme ser "engolido"

Luana Rodrigues
Cratera que começou no canteiro, invadiu uma das pistas da Avenida, no sentido bairro/ Centro. (Foto: Alan Nantes)Cratera que começou no canteiro, invadiu uma das pistas da Avenida, no sentido bairro/ Centro. (Foto: Alan Nantes)
Buraco no canto da avenida já provocou acidente de motociclista, segundo moradores. (Foto: Alan Nantes)Buraco no canto da avenida já provocou acidente de motociclista, segundo moradores. (Foto: Alan Nantes)
Michel Macedo teme que ciclistas que não conhecem trecho, caiam no buraco da ciclovia. (Foto: Alan Nantes)Michel Macedo teme que ciclistas que não conhecem trecho, caiam no buraco da ciclovia. (Foto: Alan Nantes)

Os quatro cones de sinalização colocados em torno de uma imensa cratera na avenida Gury Marques, são a única forma encontrada pela prefeitura, até agora, de evitar que quem passa pelo loca seja engolido pelo buraco. Segundo moradores, desde sexta-feira (04), o risco é iminente e tem crescido. A abertura, que antes ocupava só o espaço do canteiro, agora já invadiu a avenida e tem derrubado parte do asfalto a cada dia. Na mesma via, outras duas "covas" preocupam quem transita por lá.

"Parei para olhar porque vi que só está aumentando, isso está um perigo", diz gerente de armazém, Wilians Cardoso, 34 anos. Ele está preocupado porque ontem(06) mesmo, foi desviar da cratera, e do outro lado da pista, caiu noutro buraco. O prejuízo foi uma roda quebrada e R$ 50 a menos no bolso.

E o buraco está grande mesmo, são cerca de 100 metros quadrados de largura e aproximadamente seis de altura. "Se alguém cair fica preso lá dentro, até uma pessoa chegar e oferecer socorro. Fora que pode se machucar gravemente", disse o morador.

Na mesma via, sentido centro bairro, na entrada do jardim Novo Século, outro buraco. "Já caiu um motociclista ali, e se aumentar jajá não vai dar para passar carro, ai não vamos conseguir entrar no bairro", afirmou Wilians.

Em outro trecho da avenida, mais a frente, o que começou com uma fissura entre o canteiro e a ciclo via, já ultrapassa 10 metros quadrados. O ciclista Michel Macedo, 31 anos, é morador do Los Angeles, disse que passa por ali todos os dias e há pelo menos menos duas semanas, o buraco só vem crescendo.

"Eu que já estou acostumado, passo pelo canto. Mas e se é alguém que não conhece o trecho e vem no escuro? cai lá dentro. Antes estava só no canteiro, agora já pela metade da faixa para ciclista e ninguém fez nada para arrumar", comenta.

O Campo Grande News tentou entrar em contato com a prefeitura, para saber se há precisão de reparos nos trechos, mas ninguém atendeu as ligações, provavelmente por causa do ponto facultativo de Carnaval.

 

Ciclistas passam por canto da ciclovia, já que o outro lado está oco. (Foto: Alan Nantes)Ciclistas passam por canto da ciclovia, já que o outro lado está "oco". (Foto: Alan Nantes)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions