A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/03/2011 09:30

Sequestrado ontem, coronel está impedido judicialmente de se aproximar de ex-mulher

Marta Ferreira

Vítima de um sequestro na noite desta sexta-feira, o coronel da reserva da Polícia Militar José de Ivan de Almeida, foi acusado de violência física contra a ex- mulher. Ela que acionou a Justiça e conseguiu decisão judicial para que ele fique a pelo menos 300 metros de distância dela e da família.

A decisão impondo a medida foi dada ontem pela juíza Vania de Paula Arantes, titular da Vara da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. Conforme o processo, o fato que motivou o pedido ocorreu no dia 16 de março, mas os problemas entre José Ivan e a ex-esposa acontecem há mais tempo.

“Ante o que restou exposto, defiro a liminar, concedendo à requerente a medida protetiva de urgência consistente na proibição do requerido de aproximação e contato com a vítima, familiares e testemunhas, mantendo deles, bem como da sua residência e local de trabalho,

salvo se este for o mesmo do requerido, a distância mínima de 300 (trezentos) metros, exceto com expressa permissão”, afirma a decisão da juíza.

José Ivan de Almeida, pelas informações policiais, foi sequestrado no bairro Jardim TV Morena, que fica próximo do endereço da mulher, que está processando por violência física com base na lei Maria da Penha. O nome dela será preservado.

Há outro processo na Justiça do mesmo tipo envolvendo o ex-deputado estadual e outra vítima.

O carro dele, uma S10, foi levado pelo bandidos ontem, e não foi localizado ainda. O militar da reserva só foi liberado após 6 horas.

Segundo a Polícia Militar, não há ninguém preso ainda.

O Campo Grande News foi até a casa do coronel e tentou contato por telefone, mas ele não foi localizado pela reportagem.



Lendo as noticias referente a este cidadão ( cel. Pm ) nada me surpreende pois isso é prova de quantas arbitrariedades o mesmo deve ter cometido quando estava na ativa ,imagino ,sua familia ,o que não deve ter passado nas maõs desta "AUTORIDADE "
 
jorge aparecido bulssonario em 27/03/2011 05:57:44
Que barbaridade esta, e o direito de ir e vir? Vai totalmente contra a constituição, os juizes estão mudando a constituição sozinhos. Além do cara ser sequestrado a mulher ainda quer processá-lo, bem que disseram mulher é por um tempo e ex-mulher é pro resto da vida e ex-marido também. Cada um tem a sua ou o seu.
 
Jorge Antônio Dias em 26/03/2011 05:47:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions