A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/07/2011 10:57

Servidores reclamam de aumento no valor da consulta da Cassems

Vanda Escalante

Fetems propõe reforma administrativa para cobrir déficit no orçamento da empresa

Cassems tem mais de 160 mil usuários, entre servidores da ativa, aposentados, pensionistas e agregados. (Foto: Adriano Hany) Cassems tem mais de 160 mil usuários, entre servidores da ativa, aposentados, pensionistas e agregados. (Foto: Adriano Hany)

O aumento de 114% no fator participativo pago pelos beneficiários da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul) a cada consulta médica não agradou aos servidores. Pela proposta já anunciada, a partir de agosto, esse valor passará de R$ 7n para R$ 15.

Em reunião marcada para quarta-feira (06), o conselho gestor da Cassems deve votar esse aumento e também definir os procedimentos para implementação da cobrança do novo valor. “O que o servidor não quer é perder a excelência no atendimento”, afirma o conselheiro Félix Portela, representante da Assembleia Legislativa junto à Cassems.

Mas não é simples assim. Para os beneficiários do plano de assistência, o aumento do fator participativo deveria ser mais debatido com os servidores. “Tem que haver ao menos uma assembleia, uma consulta aos usuários”, comenta o policial militar aposentado Volney Oliveira.

Ele avalia como excelente o atendimento prestado pela Cassems, mas classifica como absurdo o aumento no fator participativo. O servidor aposentado criticou também a forma de contribuição: “O plano de saúde é um plano único, com desconto de um percentual fixo em cima do vencimento bruto, o que acaba se tornando injusto, porque quem ganha mais paga mais, mas tem o mesmo atendimento do que aquele que paga menos”.

O valor nominal descontado dos servidores em folha também preocupa os representantes de dos trabalhadores da Educação, uma das maiores categorias entre os servidores públicos do Estado. São ao todo 24 mil profissionais, sendo 17 mil professores e 7 mil administrativos.

Para o presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Jaime Teixeira, o mecanismo da contribuição mensal precisaria ser reformulado. “Nós somos radicalmente contra o aumento da mensalidade. O que acontece é que, cada vez que o servidor tem um aumento no salarial, aumenta automaticamente o valor nominal da mensalidade paga à Cassems”, explica.

O beneficiário Amauri Caetano da Rocha também avalia que o valor da contribuição descontado em folha é “muito alto” e, portanto, não deveria haver reajuste na taxa de consulta. “Se o valor pago aos médicos está muito baixo, essa é uma questão contratual da Cassems. Eles deveriam reformular o repasse a partir do que é descontado do servidor”, considera.

“Já é caro o que a gente paga por mês; sou contra o aumento”, diz o policial civil aposentado Pedro Paulo Vilar Barbosa, acrescentando ainda outra reclamação: “Agora, por exemplo, minha esposa tem que fazer um exame de sangue e o laboratório diz que a Cassems não cobre”.

Reforma administrativa - Para o presidente da Fetems, Jaime Teixeira, uma alternativa seria promover uma reforma administrativa na Cassems.

Jaime afirma que, em discussões internas, a categoria não se mostrou contrária ao reajuste do fator participativo, mas o temor é quanto a um possível aumento no percentual de contribuição mensal, que atualmente é de 5,25% sobre o salário do servidor.

A receita da Cassems é composta ainda pelo repasse do governo, que vai subir de 3% para 3,5% sobre a folha de pagamento. De acordo com o conselheiro Portela, esse índice de 8,75% ainda fica abaixo dos 11% que, segundo estudo recente, seriam o mínimo necessário para cobrir o custo operacional da Casssems. “Existe a possibilidade de eliminar algum serviço ou cobertura, mas isso não seria bom para os segurados”, avalia.

A expectativa é contabilizar um aumento de R$ 800 mil na arrecadação mensal com o aumento de 3% para 3,5% do repasse destinado ao plano pelo governo do Estado. A lei prevendo a mudança no percentual foi sancionada na semana passada e estipula ainda o aumento gradual da contribuição até chegar a 4,5%.

“A Cassems está alegando que, mesmo com um repasse maior do governo, vai continuar deficitária. Isso poderia ser coberto com uma reforma administrativa. O que não queremos é aumento da contribuição e também somos contra redução no atendimento”, reforça Jaime, sugerindo, por exemplo, medidas como a suspensão da compra de novos hospitais pela Cassems até que esteja equacionada a questão da remuneração aos médicos.

Médicos - O fator participativo é a parte paga pelo segurado que vai direto para os médicos, dentistas e outros profissionais. Além desse montante, a Cassems paga hoje, aos médicos, outros R$ 33, totalizando R$ 40 hoje por consulta.

Com o aumento, o profissional médico credenciado passará a receber R$ 48 por consulta, ainda abaixo do valore entre R$ 60 e R$ 70 reivindicado à Cassems nas últimas negociações, segundo informou Portela.

A Cassems atende a mais de 160 mil pessoas, entre servidores públicos estaduais da ativa, aposentados, pensionistas e agregados.

Cassems propõe aumento do valor da consulta para R$ 15, a partir de agosto
Os segurados da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul) deverão pagar, a partir de agosto, R$ 15 por uma consulta, valor ...
Assembleia aprova aumento de repasses do governo para Cassems
Os deputados aprovaram o projeto que altera a legislação atual, concedendo reajuste de 0,5% para os repasses do governo do Estado para a Cassems (Cai...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


Srs., infelizmente no Brasil rm se tratando de administraçao publica ocorre um fato muito lamentavel, uma verdadeira aberraçao - o administrador nunca se limita a gastar aquilo que arrecada, muito pelo contrario, vai gastando pelo cotovelos e quanto as versas se tornar insulficiente o recurso mais utilizado eh pura e simplesmente TIRAR MAIS DINHERO DOS CONTRIBUINTES-, isso eh uma vergonha; pelo que entendo da lida com dinheiro, a arrecadaçao da CASSEMS e sulficientemnte satisfatoria para cobrir todas as despesas e, inclusive, remunerar melhor os profissionais da area medido; no entanto a DIRETORIA ou equivalente elegeu como prioridade comprar hospitais falidos por custos inaceitaveis e cujo manutençao se torna inviavel, porem ninguem olha pra esse lado pois ninguem tem PEITO Ade ir contra uma diretoria, por vez INFELIZ em sua decisoes; vamos eleger prioridade e tratar com maior presateza aqueles que mantem a Cassems VIVA E ATUANTE; nao sou contra aumento desde que tenhamos, nos os beneficiarios um tratamento a altura de nossas participaçoes; tenho conhecimento suficiente para compor uma equipe de AUDITORIA e se quizerem por a prova a licicitude dessas aquisiçoes faraonicas me coloco como voluntario para atuar conforme as necessidades; NAO DEIXEM QUE O PLANO CAIA NO DESCREDITO, coisa que ja cem acontecendo a um bom tempo; cordialmente
















































 
Juvenal Vidal Da Penha Muniz em 17/07/2011 07:57:35
Mais um absurdo com o servidor público, porque além de mal remunerado, ainda se sujeita a agendamentos de consultas á perder de vista ( mais de um mês de antecedência), a falta de especialistas em muitas áreas ( na capital não há um reumatologista credenciado há quase dois anos), além de descontar um alto tributo, porque quem recebe mais, paga mais, sendo o atendimento exatamente igual á todos... somente falhas... e agora este reajuste de mais de 100%... até quando o contribuinte será desrespeitado?!? Assembléia é fundamental, não á imposição.
 
Gisele Davis em 04/07/2011 12:35:20
Isso é uma vergonha! o funcionario publico ja esta cansado de se massacrado ! nao aguenta mais! todo ano se tem um reajuste e automaticamente é repassado para nosso salarios , e depois querem aumentar a contribuição participativo para 114 %, a onde vamos parar alguem tem que tomar alguma providencia , ja faz mas de tres anos que a Cassems nao tem nenhum Reumatologista para atender , temos que pagar particular e depois vem dizer que o atendimento é bom ! para de fazer demagogia senhores presidente venha a publico e nos informa porque motivo nao temos reumatologista, e uma verdadeira incompetencia dos senhores dirigente. Isso é uma vergonha !! socorro senhores deputados nos auxilia , afinal o que os senhores fazem ai !!! vamos trabalhar ! socorro.....
 
José Vieira em 04/07/2011 12:27:09
Seria justo se tivesse médicos especialistas para atender os pacientes.
Os médicos cadastrados na Cassems nunca resolvem o problema, principalmente os pediatras.
Pago a Cassems e pago consulta particular para minha filha pois os médicos cadastrados na Cassems não conseguem resolver.
 
Joao Paulo S em 04/07/2011 12:13:03
O aumento do funcionalismo foi 6% e a cassems vai aumentar em 114% o valor da consulta? No mínimo, INCOERENTE !!!!


 
Ana Silva em 04/07/2011 12:05:33
como que a cassems vai subir duas vez no ano se o salario dos servidor so uma vez por ano ,o servidor so teve um aumento de 6º por cento agora quer subir 100º por cento vcs nao acha enjusto isso que paga por isso e nos tem lugar no interior que nao faz nem consulta como quer subir pagar uma plano de graça isso e um abersurdo .ah ah ah ah
 
paulo alves em 04/07/2011 12:05:27
Sempre fiquei me perguntando: quem paga os panfletos e revistas institucionais contendo reportagens de vários quadrantes mostrando fotos e mais fotos dos diretores que estão gerindo os rumos desta instituição, tendo inclusive um deles, eleito Deputado Estadual recentemente??? e estes mesmos gastos continuam sendo feitos e não encontro respostas e tampouco vislumbro algum usuário ou o próprio Conselho Fiscal questionar tais gastos, transformando isto tudo em uma verdadeira "caixa preta". Eu, na condição de usuário, não tolerarei tão enfadonho reajuste, sob pena de que a proposta Reforma Administrativa feita pelo Presidente da FETEMS, seja leva a frente e urgente. Sempre tem que estourar nas costas dos incautos, e os maus administradores, saem ilesos e ainda por cima continuam agarrados a seus cargos, inclusive a de Deputado Estadual gerindo uma Instituição que dá mostras cabais que deverão dar lugar a outros...
 
Juvenal Campos Corrêa em 04/07/2011 12:04:44
Sou contra ao aumento tb, ainda mais com a falta de médico em algumas especialidades. Mês passado precisei de especialista em punho e de reumatologista e não tem nenhum credenciado pela Cassems. Terei que pagar por um particular. E quem vai me ressarcir, já que tenho um plano que não possui médicos nessa especialidades?????
 
Katiuscia Nakasato em 04/07/2011 11:14:18
Isso é mesmo um absurdo, tanto pelo valor que recebemos de aumento como cad vez que necessitamos de uma especialidade médica ( onde os ótimos médicos se descredenciaram e outras especialidades nem possui), ainda há muitos exames que não tem cobertura, limitação de vários tipos de exames por ano ( Quem é que só irá utilizar 3 USG por ANO!!!, imagina como por exemplo as gestantes ficam, ou quem tem um acidente e precisa fazer vários muitas das vezes só de uma parte do corpo, FISIOTERAPIA então nem se fala, sendo um tratamento que demora a resposta eles estipulam APENAS 50 sessões ao ANO, mais uma vez quem teve um trauma grande isso é SÓ PARA COMEÇAR O TRATAMENTO). E como ja foi dito quem ganha mais PAGA MAIS e o atendimento é o mesmo; mesmo para aqueles que possuem o plano especial, não muda nada, somente o tipo de acomodação e o valor a ser pago por este serviço é muito caro tbm e cobrado a parte de CADA BENEFICIÁRIO, nem NÃO HA NENHUMA alteração à mais no tipo de atendimento. Todos nós como servidores públicos devemos ir atrás de nosso direito, pq senão essas barbaridades continuarão acontecendo. E para aqueles que estão satisfeitos com o atendimento, pode-se perceber que não estão dando valor, ao suor do seu trabalho.
 
Valeria Paula em 04/07/2011 05:43:03
Nossa...a Cassems caiu muito de qualidade....p/ marcar uma consulta é de 2 a 3 meses...sempre esta lotada...e isso vale para pediatria,dermatologista....dentista,então nem pensar....a odontopediatria...é péssima....deixa qquer cça traumatizada....e ainda quer aumento...por favor...vamos rever essa situação....pois o salário...que é bom de aumentar nda...
 
Adriana Lino Gomes em 04/07/2011 05:08:50
É excelente pra quem o atendimento?! Você liga pra marcar uma consulta em "junho" no dentista e só consegue vaga em "julho", isso porque é pago.
 
Evely Cristiane Dutra Guedes em 04/07/2011 04:55:55
Gente, é um absurdo, nós não tivemos esse aumento nos oito anos!!!!é so no Brasil mesmo, e todos concordam, a justiça com essa loucura de soltar bandidos, onde vamos parar!!!!
 
Elza Maria Alencar Nascimento em 04/07/2011 04:50:59
Todos nós funcionários publicos temos os nossos reprentantes classistas, e estes tem contacto com a classe politica, e são estes politicos que "ganham muito bem...até bem demais" é que vão dizer sim ou não a este absurdo de "144", vamos cobrar dos nossos representantes e eles "dos amigos Politicos,não podemos pagar tudo.........nem somos respeitados,quando é pra termos Aumento...ja não basta não termos opção de fazer empréstimo...agora pra mim e minha familia resta o S.U.S
 
renato duraes em 04/07/2011 04:37:56
também sou segurado da cassems e acho que os servidores que estão reclamando deveriam repensar seus pensamentos. fui operado do joelho através da cassems. fui muito bem atendido, tanto pelo médico como pelo pessoal do hospital. meus dois filhos nasceram através da cassems e o atendimento foi ótimo, sendo que as despesas que tive nos casos acima foi mínima. os que reclamam da cassems deveriam sair da cassems e entrar na unimed, ou então irem para o SUS. aí vocês vão ver o que é sofrimento no atendimento. 15 reais por uma consulta é uma ninharia, comparada com uma consulta particular que não sai por menos de R$ 100,00. pago de plano R$ 100,00 po mês, tendo ainda minha esposa e filhos como segurado. se fosse na Unimed eu não pagaria menos de R$ 400,00 por mês. gente vamos botar a mão na consciência e parar de reclamar !!.
 
josé silva em 04/07/2011 04:33:05
PERDERAM A NOÇÃO DE VALORES! OS REAJUSTES ESTÃO SEMPRE EM DIA. ACONTECE QUE O GOVERNO DEIXOU NOSSO SALÁRIO DEFASADO, E DE ONDE VÊM ESSA PORCENTAGEM ABSURDA? NÓS TIVEMOS UM REAJUSTE BISARRO DE 6% E AINDA PAGAMOS CARO COM OS IMPOSTOS E DESCONTOS. AINDA QUE NO PRONTOMED SOMOS MAL ATENDIDOS POR MÉDICOS QUE ATENDEM ALTERNADAMENTE NO PRONTO SOCORRO DA SANTA CASA . SE AO MENOS MELHORASSE O ATENDIMENTO...
 
Aparecida Conche em 04/07/2011 04:20:20
A maioria das coisas que você vai fazer na CASSEMS simplismente você escuta "A CASSEMS não cobre", CASSEMS pessoal cobre o básico.
Aumento de 114% é só mais uma tarifa entre muitas, "Se reclamando todos são entubados com novos impostos todos os dias, imagina se o povo não reclamasse" Egoísta que nada 8 reais faz falta para mim. Gente que abaixa a cabeça para esse tipo de situação o BRASIL tá cheio e é por isso que tá assim imposto pelo ar que se respira. Cada lugar é diferente, como pode referir Campo Grande como egoísta se você nem mora aqui. Se melhorou para você de graças a DEUS pois aqui tá piorando.
 
Thiago Soares em 04/07/2011 03:47:18
Mais aumento, tudo aumenta de forma vertiginosa IPTU, IPVA, LUZ e o salario credo esse nao sai do ZERO %. Com tantos investimentos em compra de hospitais logico que o servidor que pagaria a conta. Daqui a pouco o servidor publico vai vender agua de coco na Afonso Pena para poder sobreviver.
 
Janaina Silva em 04/07/2011 03:39:49
Os reumatologistas não atendem Cassems. O máximo que fazem é cobrar uma taxa menor. E ai? Qual a explicação senhor presidente?
 
Vaniara Santos em 04/07/2011 03:37:11
se o valor das consultas vai dobrar de preço...ENTAO ESTOU FERRADA..POIS MINHA MAE TEM UMA CIRURGIA DE CATARATA PRA FAZER EM AGOSTO, SE FOSSE FAZER ESTE MES EU TERIA QUE PAGAR 545,00 POR CADA (OLHO)PARA FAZER CIRURGIA, AGORA ENTAO VAI PRA QUANTOS???///////
SE CORRER BICHO PEGA SE FICAR O BICHO COME
 
Eliane Santos em 04/07/2011 03:34:42
Vocês da capital são bem egoístas, ai vcs tem atendimento bom, agora aqui em navirai antes do hospital da cassems a gente sofria. agora vejo vcs reclamarem porque vcs tem atendimento bom,quando a cassems chegou foi muito bom pra nós. esses dias mesmo meu filho precisou de medico foi super bem atendido pelo pessoal da cassems,ano passado a minha esposa precisou de cirurgia e se nao fosse a cassems ela teria morrido. Deixam de olhar so pro seu umbigo,o interior tambem precisa de atendimento digno da saude.
 
Tertuliano Silveira em 04/07/2011 02:45:11
Sou a favor do aumento, valorizo o plano de saúde, pois quando preciso posso contar com ele, já trabalhei na iniciativa privada especificamente em hospital e quando precisei fazer uma exame até sala do centro cirurgico cobraram, imaginem há um dez anos atrás pagar mais de cem reais pra quem ganhava salário mínimo... até então eu dependia do SUS... já sabem, levantar de madrugada, esperar consulta não sei pra quando... exames... então... e mais quantos anos ficou sem aumentar? Uma amiga, foi passar uma temporado no Chile e aí como ela valorizou até o nosso SUS, pois lá se não tiver dinheiro não é atendido... às vezes precismos ser mais tolerantes, e se indignar por exemplo é com o aumnto da verba destinada à festas por exemplo como o carnaval...
 
Maria Lucia em 04/07/2011 02:23:53
Antes desse aumento absurdo (114%) a Cassems deveria pensar em melhor atender aos seus associados. Uma consulta em qualquer especialidadezinha está sendo marcada para aproximadamente 30 dias. A necessidade de atendimento pode esperar tanto tempo?
Deveria, também antes, reavaliar as compras de hospitais falidos que até hoje não mostraram a que vieram, senão alavancar a candidatura do ex-presidente.
Impossível aceitar-se tamanho absurdo.
Precisamos da atuação sindical para nos defender, aliás é para isso que ele (sindicato) existe, defender seus membros.
 
Valmir Inácio de Souza em 04/07/2011 02:18:27
O salário do servidor estadual aumento 6% esse ano, a CASSEMS acompanhou esse aumento descontando 5% do BRUTO do servidor... e vem falar que não há reajuste faz tempo... brincadeira TODA VEZ QUE AUMENTA O SALÁRIO DO SERVIDOR A CASSEMS AUMENTA BEM MAIS POIS DESCONTA NO BRUTO !
 
Roberto Inzagaki em 04/07/2011 02:02:23
Sr presidente Ricardo,
Toda a classe médica já fala que você é político. A medicina é uma coisa e a política é outra, as duas coisas associadas não combinam.
Sugiro que cuide dos seus pacientes e pare de fazer essa politicagem porque sua imagem ta bem feia.
 
Antonio Carlos em 04/07/2011 01:39:36
O "aumento salarial" do funcionalismo público foi de 6%- e a cassems quer majorar em mais de 100% o fator participativo?! é brincadeira ...de mau gosto,é claro!.tudo bem que nas vezes em que precisei de atendimento médico,fui bem atendida,mas presenciei um dia desses, numa clínica, um senhor tentando marcar exames para realizar uma cirurgia, e a atendente disse que não seria possivel marcar exame antes de um mês, e ainda indicou p/ele uma clinica para fazer o exame particular... um absurdo!
 
mara gonçalves em 04/07/2011 01:35:49
Um absurdo
Estamos esperando 02 meses por uma consulta simples porque os médicos nunca tem vaga para o convênio Cassems. Recebemos 6% de aumento de salário e já foi feito o reajuste no nosso salário agora mais 114% como assim?????
 
Rosy Gomes em 04/07/2011 01:30:03
Acho um abuso, falta de respeito com o servidor. Eu sou professora aposentada, paguei vinte e cinco anos o antigo Previsul , hoje continuam descontando a CASSEMS e não temos um bom atendimento. Na minha cidade há um hospital que é da CASSEMS, porém atende mais o público que não tem convênio com o estado, esse hospital deixou de lado sua função primordial que é cumprir o atendimento com os servidores estaduais, atende convênios feitos com pessoas que não têm vínculo com o Estado, consultas particulares e tudo com preço abusivos. Onde vai o dinheiro dessas consultas e internamentos cobrados de particulares? Os nossos representantes deveriam dar mais explicação o que estão fazendo do nosso dinheiro o qual deveriam pagar muito bem os médicos, porque dinheiro entra, e daí o pessoal da administração acha pouco, porque não sabe administrar. Queremos mais consideração , que essas propostas não deveriam ser decidida em Assembléia porque nem todos os funcionários do Estado podem participar, devido tomarem decisão sempre na capital. A aprovação de qualquer medida deveria ter a assinatura do funcionário ou seja o aval do servidor. E queremos um hospital que seja nosso, o que adianta pagar um plano e quando precisa nunca tem vagas porque os leitos estão lotados por pessoas que pagam à vista, os chamados particulares, estes têm privilégios nos hospitais da CASSEMS principalmente aqui em Ponta Porã.
 
Elza Farias em 04/07/2011 01:26:32
que bom né este aumento no fator participativo pra quem só teve 6% de aumento que legal porque não aumentam logo uns 500% ninguem não esta nem ai pro funcionalismo mesmo sindicato cade vocês.......
 
josé roberto em 04/07/2011 01:24:35
Isso é um absurdo.
Nós que temos CASSEMS somos muito mal atendidos nos consultórios ou hospitais.
Não temos preferência nenhuma e, na maioria das vezes, somos atendidos com o maior descaso.
Já que querem aumentar esses valores... deve se exigir dos profissionais o mínimo de educação e respeito para com os associados.
 
Líliam Angelo em 04/07/2011 01:22:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions