A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Abril de 2017

21/04/2017 08:50

Sindicato estuda denunciar abertura indevida de mercados no feriado

Ricardo Campos Jr. e Aline dos Santos
Trabalhadores foram convocados para trabalhar em alguns supermercados (Foto: Marcos Ermínio)Trabalhadores foram convocados para trabalhar em alguns supermercados (Foto: Marcos Ermínio)

O Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande cogita denunciar à Justiça do Trabalho a convocação de funcionários de alguns supermercados para trabalhar nesta sexta-feira (21), Feriado de Tiradentes, mesmo sem acordo coletivo ou decisão que autorize na hora extra.

Segundo o diretor de comunicação da entidade de classe, André Luiz Garcia, os estabelecimentos podem até abrir, “mas o labor do trabalhador nessas condições é ilegal, pois não foi negociado”.

Normalmente, entre maio e abril são firmados acordos coletivos que estabelecem em quais recessos os empregados podem ser convocados para trabalhar durante o ano e sob quais vantagens, normalmente em troca de folga e vale compra.

O problema é que neste ano as negociações não chegaram ao consenso principalmente em razão do reajuste pleiteado pela categoria, de 5,45%. Os patrões chegaram a oferecer aumento de 0,5% (cerca de R$ 4,75) e depois 2,5%. Atualmente o salário-base da categoria é R$ 990.

Além disso, os supermercados queriam tirar a folga dos funcionários pelo trabalho em feriados.

O Campo Grande News constatou que unidades de grandes redes estão funcionando nesta sexta, como por exemplo Fort Atacadista, além de empresas menores localizadas em bairros.

Garcia explica que o sindicato não tem poder para fechar esses estabelecimentos e por isso está analisado quais medidas irá tomar para reverter a situação, embora os proprietários possam operar à revelia mediante pagamento de multa.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions