ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Sobreviventes cobram indenização de R$ 400 mil de PRF que matou no trânsito

A 1ª Vara da Justiça Federal marcou audiência para 5 de maio de 2021

Por Aline dos Santos | 12/11/2020 08:29
Policial rodoviário federal foi condenado por morte de comerciante e duas tentativas de homicídio. (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)
Policial rodoviário federal foi condenado por morte de comerciante e duas tentativas de homicídio. (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)

Os sobreviventes de briga no trânsito pedem indenização de R$ 400 mil por danos morais contra o policial rodoviário federal Ricardo Hyun Su Moon, condenado a 23 anos pela morte do empresário Adriano Correia do Nascimento  e as duas tentativas de homicídio.

O processo das vítimas Agnaldo Espinosa da Silva e Vinícius Cauã Ortiz contra o policial e a União, que tramita desde 2018 na Justiça Federal, teve audiência marcada para 5 de maio de 2021.

No processo, os autores relatam que em 31 de dezembro de 2016 estavam na caminhonete conduzida por Adriano e, num momento de distração, quase aconteceu um acidente, na Avenida Ernesto Geisel, em Campo Grande.

 Na sequência, o policial atirou em Adriano. Já Agnaldo saltou do veículo, fraturando membros do seu corpo e Vinícius, por sua vez, foi atingido por disparos.

O policial alegou legítima defesa e que fez os disparos para cessar uma tentativa de atropelamento. Ele chegou a ser preso após o crime, usou tornozeleira eletrônica e respondeu ao processo em liberdade. A reportagem não conseguiu contato com a defesa do policial.

Nos siga no Google Notícias