A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/06/2011 08:59

Sozinho, pai retira de árvore bicicleta do filho que morreu atropelado

Fabiano Arruda e Paula Vitorino

Passagens de veículos pesados foi vetada, mas eles continuam sendo vistos no local

Rael Maciel diz que não quer mais ver bicicleta e vai levá-la ao ferro velho. (Foto: Pedro Peralta)Rael Maciel diz que não quer mais ver bicicleta e vai levá-la ao ferro velho. (Foto: Pedro Peralta)
Tráfego de caminhões acima de 6 toneladas está proibido no local; placa não intimida motorista.Tráfego de caminhões acima de 6 toneladas está proibido no local; placa não intimida motorista.

No dia em que o filho, Vinicius Nunes da Cruz Maciel, completaria 10 anos, o pai, Rael Maciel, 57, decidiu retirar de uma árvore a bicicleta que a criança usava no dia em que morreu atropelada por um caminhão no Jardim Montevidéu, saída para Cuiabá, em Campo Grande.

A passagem de veículos pesados foi vetada, mas eles ainda são vistos no local.

O acidente ocorreu há 45 dias no cruzamento da Rua Itaimbé com avenida Ana Rosa Ocampo. O menino voltava da borracharia onde tinha ido encher os pneus da bicicleta.

Agora, o pai garante que não quer mais ver a bicicleta. Diz que vai levá-la a um ferro velho.

Rael conta que tomou a decisão não pelo aniversário que ocorreria hoje, mas pela “mensagem” que gostaria de passar.

“A bicicleta não tem mais função aqui. Ela tinha um motivo: sensibilizar as autoridades para que não ocorra mais o que aconteceu com o filho neste trânsito violento”, afirmou.

Segundo Rael, desde a morte do filho, a rua ganhou quebra-molas e o tráfego de veículos pesados, com mais de seis toneladas, também foi proibido. No entanto, nossa reportagem flagrou alguns caminhões desrespeitando a sinalização.

No entanto, ele pede a presença de agentes da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) no local para coibir possíveis infrações. “Cabe aos motoristas agora terem mais consciência, respeitaram a sinalização”, pontuou.

O dia - Maciel também lembra que, no dia 27 de abril, não houve aula na rede municipal, que seria por conta da negociação de professores com a prefeitura de Campo Grande para reajuste salarial.

Para ele, caso o filho estivesse na escola, no dia, a tragédia não teria ocorrido.

No dia da morte de Vinícius, moradores do Jardim Montevidéu, protestaram pelo fim do tráfego de veículos pesados na principal via do bairro, que fica próximo ao macroanel rodoviário, que liga às BRs 163 e 262.



que Deus possa confortar seu coraçao sempre ...
 
nilton nunes em 13/06/2011 10:26:04
Caro Pai e Mãe, meus sentimentos pela perda do seu filho amado, peço a Deus que conforte o seu coraçao, pois só o Espírito Santo de Deus é capaz, portanto busque Nele. Jesus disse antes de voltar ao Pai, que voltaria ao Pai, mas que não nos deixaria órfâs e que nos enviaria o Consolador que é o Espírito Santo, quem crê em Jesus Cristo como filho de Deus, e o confessa como seu Salvador, tem o Espírito Santo em nós, que nos consola e nos da paz e nos assegura a vida eterna.Deus os abençôe! Um forte abraço.
 
marcos jose brito em 11/06/2011 11:27:11
Nem parece que nesse lucal é proibida a passagem de caminhões, pois estou vendo na foto um Bi-trem da Rodolatina......Incluvisel, quero avisar, que esse rodolatino passa voando na av.guaicurus.....
 
gualter eugenio em 11/06/2011 10:17:05
Não tenho filhos. mas confesso que sinto dor pela sua perda. Uma passagem tragica para o mundo espiritual de seu filho. mas concerteza o seu filho foi e esta sendo muito bem tratado pelos anjos de luz. mas pode ta certo que a justiça divina responsavel por todo esse sistema que nos vivemos que se chama Deus. Estara tomando as providencias cabiveis. Desejo ao Senhor e toda a sua familia que sente esta ausencia dessa criança muita Paz e meus cinseros votos de tranquilidade.
 
Milton Palacio em 11/06/2011 10:17:03
Não sei nem o que dizer para este pai,me aflinge pensando nos meus filhos,é uma dor inrreparavel,só DEUS para conçolar esta familia.
Cabe agora as autoridades se atentarem para estas situações,ou mais vidas vão se acabar,e não só nestas regiões mais em varias na nossa campo grande.
 
nilson milton ribeiro filho em 11/06/2011 09:22:23
Muita tristeza pra um pai e uma mãe.... Espera-se com a vida que os filhos enterrem os pais... Mas ultimamente acontecem ao contrário. Sinti a dor.
 
cleidiane mendes em 11/06/2011 08:43:28
Não se pode proibir o tráfico de caminhões neste percurso, devido a morte do garoto, se fosse dessa forma, tbém tinha q ser proibidos automóveis e motociclietas por toda a cidade, devido ao grande numeros de acidentes causados pelos mesmos. A avenida é elo de ligação da Cel Antonino com o macro anel, o q deve ser feito é os pais orientarem as crianças para andarem com mais cuidado e atenção pelas ruas. Estão julgando errado, dizendo q o motorista do caminhão está errado, sendo o garoto q atravessou a rua sem observar a preferencial.
 
Renato Rieff em 11/06/2011 08:38:21
Pessoaos, não vamos só culpar as vias de transito, os motorista o poder público, também os Pais desta Criança, ou seja, será que os Pais sabiam dos riscos de andar de bicicleta nesta avenida, sera que eles sabiam que criança é uma criança, sera que o Pai sabia que a criança sabia se proteger dos riscos daquele local, ou seja, os Pais tem a maior parcela de culpa ns acidente.
Vamos cuidar melhor de vossos filhos ao invés de ficar culpando outros poderes!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 
Valter Vieira Alves em 11/06/2011 06:42:51
"incluvisel"?! Que palavra é esta???? (comentário do sr.Gualter) Deve ser "inclusive"...hahahahahahahah
Parece que é pré-requisito escrever errado para ter o comentário postado....
 
Sarita Souza em 11/06/2011 03:47:36
Ao inves, da agentram ficar no centro da cidade multando, parquimetro porque não ficam circulando ali pra pegar estes motoristas infratores?
 
luciano garcia alves em 11/06/2011 03:41:29
Só o tempo, para amenizar tanta dor!!
 
Joanne Pereira em 11/06/2011 03:01:57
...Então a culpa é do professor que estava reivindicando melhores salários?! Acho que há uma distorção... não seria a culpa da imprudência dos caminhões em alta velocidade, ou da falta de sinalização?!
 
Sarita Souza em 11/06/2011 02:41:36
Passo por esse local todos os dias!!! E sinto uma dor imensa em meu coração!!
Que DEUS de muito conforto aos corações desses pais... e que o manto de NOSSA SENHORA aqueça o coração desse pai e dessa mãe!!!
O que tem que acontecer envolve toda a sociedade, desde Prefeitura, escolas, motoristas, pedestres, Pais, Mães, Filhos, Toda uma sociedade se conscientizar que o transito em campo grande precisa urgente mente ser mais cauteloso, inúmeras vidas são perdidas diariamente em campo grande... CARRO, MOTO E CAMINHÃO esta matando mais que arma de fogo... MOTORISTAS PENSE,SEJA CAUTELOSO você pode em um piscar de olhos destruir uma familia!!! PREFEITO!!!! de mais importância as regras de transito puna os infratores coloca os agentes de transito em lugares estratégico... ali aonde aconteceu essa fatalidade com essa criança ... esta com placas e quebras mola ....mas ainda é perigoso e os INFRATORES INRESPONSAVEIS DOS MOTORISTAS DE CAMINHÃO AINDA ESTÃO TRANSITANDO POR ALI.... eu vejoooo todo dia...
VAMOS BUSCAR UMA CIDADE MORENA SEM INOCENTES MORRENDO TODOS OS DIAS NA NOSSA LINDA CIDADE!!!
a TODO PEÇO TENHAAA EDUCAÇÃO JA MELHORARIA MUITO!!!
 
mariana neres noleto em 11/06/2011 01:58:56
- Lamentável a perda, pedimos a Deus que tenha piedade e acalente os corações dos pais dessa criança; e enquanto isso, pedimos também às autoridades competentes que valorizem a vida dos futuros comandantes deste país (as crianças) e tomem providencias no sentido de coibir esses acidentes reprováveis causados pela ação dos imprudentes e dos irresponsáveis. Que Deus proteja a família, assim como a todos nós.
 
Zuza Ratier em 11/06/2011 01:03:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions