ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  23    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Sumiço de R$ 13 mil faz dono de distribuídora descobrir desvios de mercadoria

Funcionário flagrado com chinelos avaliados em mais de R$ 1 mil confessou "momento de fraqueza"

Por Liniker Ribeiro | 19/11/2020 14:40
Dono de distribuidora procurou delegacia para registrar boletim de furto (Foto: Paulo Francis)
Dono de distribuidora procurou delegacia para registrar boletim de furto (Foto: Paulo Francis)

Dono de distribuidora no Bairro Monte Castelo, em Campo Grande, acionou a polícia para denunciar o sumiço de R$ 13 mil de dentro da empresa e acabou descobrindo desvio de produtos por parte de funcionário. Chinelos, avaliados em R$ mais de 1 mil, foram encontrados no veículo do homem, que confessou ter tido “momento de fraqueza”.

Contudo, o dinheiro deixado pelo proprietário na empresa, até o momento, não foi encontrado. Segundo boletim de ocorrência, o dono afirmou ter esquecido R$ 15 mil na distribuidora, na noite de ontem (18), e hoje ao lembrar do saco preto com o dinheiro, encontrou quantia com menos R$ 13,1 mil.

Ao questionar funcionários, o empresário ouviu negativa ao perguntar sobre o valor que desapareceu, tendo uma funcionária sugerido revista em sua bolsa e carro. Nada foi encontrado com a mulher.

A Polícia Militar foi acionada e acompanhou revista. No carro de outro funcionário, nada em dinheiro, mas chinelos que totalizaram R$ 1,2 mil foram encontrados. Ao ser questionado sobre os itens, o homem respondeu se tratarem de produtos de uma venda para cliente da empresa, por isso, os itens apenas foram retirados do carro e a PM deixou o local.

Porém, mais tarde, por volta do meio-dia, ao entrar em contato com a pessoa responsável pelo setor, o dono descobriu que a venda dita não estava programada. Com isso, o homem acabou confessando ter subtraído os chinelos. Já em relação ao dinheiro, o homem negou envolvimento.

Diante dos fatos, o empresário procurou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, onde o caso foi registrado como furto.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário