A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/03/2012 10:39

Suspeito de assassinar a ex-mulher a facadas se apresenta, 4 dias após crime

Ana Paula Carvalho e Francisco Júnior
Djalma (à direita)é suspeito de matar a ex-mulher (à esquerda)Djalma (à direita)é suspeito de matar a ex-mulher (à esquerda)

O suspeito de ter matado a ex-mulher a facadas na madrugada do último domingo se apresentou à Polícia Civil por volta das 09h40 desta quarta-feira acompanhado do advogado. Djalma Dias da Silva, de 34 anos, está prestando esclarecimentos ao delegado que investiga o caso, Valmir Moura Fé.

Familiares da costureira Glaucia Aparecida Perreglinele Jara, de 44 anos, provocaram tumulto em frente à 6ª Delegacia de Polícia, no Jardim Tijuca, em Campo Grande. Luiza Jara Macedo, de 43 anos, irmã da vítima relatou ao Campo Grande News que o crime foi brutal e que a irmã estava com marcas de mordidas pelo corpo.

Ainda segundo ela, a família suspeita que o crime tenha sido premeditado, já que eles se encontraram no sábado à noite em uma festa e Djalma tentou beijá-la a força.

O caso - Glaucia foi encontrada morta pelo filho, Rogério Jara Vilharva, de 25 anos, na manhã do último domingo. Ela estava no quarto de casa enrolada em um edredom e com um travesseiro sobre o rosto.

De acordo com a Polícia e com familiares, ela já havia sido agredida por Djalma outras vezes. Ela sempre aparecia com hematomas, mas atribuía as marcas a quedas.

Em fevereiro deste ano a costureira chegou a sofrer um aborto, possivelmente após ser espancada pelo ex-marido.

O casal se conheceu há oito meses durante uma festa e dois meses depois passaram a morar junto. Ela havia terminado o relacionamento, mas ele queria reatar. De acordo com o delegado, tudo indica que o crime tenha sido motivado por ciúmes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions