A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

19/10/2017 08:39

TCE amplia prazo para defesa da Águas em processo que suspendeu contrato

Aline dos Santos
Tribunal de Contas suspendeu contrato entre empresa e prefeitura. (Foto: Arquivo)Tribunal de Contas suspendeu contrato entre empresa e prefeitura. (Foto: Arquivo)

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) aumentou de cinco para 15 dias o prazo para manifestação da Águas Guariroba no processo em que suspendeu a prorrogação de contrato entre a empresa e a prefeitura de Campo Grande.

A pedido da empresa, que alegou prazo curto para análise de um processo com mais de quatro mil páginas, o conselheiro Jerson Domingos deferiu a ampliação do prazo.

No último dia 10, o TCE determinou a suspensão de dois termos aditivos ao contrato de concessão 104, firmado em 2000 pela prefeitura de Campo Grande e a empresa Águas Guariroba, que assumiu desde então os serviços de água e esgoto na Capital.

Juntos, os 3º e 4º termos aditivos ampliaram a concessão em 30 anos e 10 meses. O prazo que iria até 2030 chegou até a 2060.

A empresa informa que a prorrogação dos aditivos foi dentro da lei que regula as concessões. A concessionária afirma que o objetivo dos aditivos foi "atender o interesse público" em legislação que obriga os municípios a "universalizarem" os serviços de coleta e tratamento de esgoto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions