A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Novembro de 2018

26/05/2011 10:25

Telefonemas com informações divergentes atrapalham investigação sobre Marielly

Angela Kempfer
Marielly desapareceu sábado (21). (Foto: Arquivo Pessoal)Marielly desapareceu sábado (21). (Foto: Arquivo Pessoal)

Nos últimos dias, a Polícia Civil tem recebido várias ligações com informações desencontradas sobre o paradeiro da estudante Marielly Rodrigues, de 19 anos.

Os telefonemas acabam tumulturando as investigações sobre o desaparecimento da jovem, no sábado, no Jardim Petrópolis.

Segundo o delegado Fabiano Nagata, pessoas ligam para dizer que viram a garota em diferentes regiões. "Não temos nada de concreto até agora", garante, mesmo admitindo que não divulgará detalhes para que isso não atrapalhe a investigação.

O desaparecimento foi registrado no sábado à noite, mas só na segunda-feira à tarde a Delegacia de Homicídios entrou no caso, por cuidar também de desaparecimentos.

A família resolveu se calar e aguardar os resultados do trabalho policial.

A Polícia já ouviu o namorado de Marielly e a melhor amiga da garota, e deve pedir a quebra de sigilo telefonico para saber quais as últimas ligações feitas do celular da estudante.



Por que a Polícia já não quebrou o sigilo telefônico de Marielly já no primeiro dia? É louvável o esforço dos policiais na elucidação do caso, mas os meios de são muito deficientes.
 
Josias Dias da Costa em 27/05/2011 06:43:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions