A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

27/06/2018 16:33

Telões improvisados fazem alegria dos comerciantes e funcionários no Centro

Shopping, bar e telão improvisado em frente ao camelódromo deram oportunidade para que trabalhadores do centro assistissem ao jogo do Brasil

Izabela Sanchez
No Shopping Pátio Central torcedores aproveitaram o telão (Paulo Francis)No Shopping Pátio Central torcedores aproveitaram o telão (Paulo Francis)

Ruas vazias e uma sensação de que todo mundo abandonou a cidade deram o tom ao início da tarde desta quarta-feira (27), dia de jogo do Brasil. O time brasileiro enfrentou a Sérvia, venceu por 2x0 e garantiu um lugar nas oitavas de final. No centro, telões improvisados em Shopping, bar e em uma conveniência em frente ao camelódromo fizeram a alegria dos trabalhadores do comércio.

Atendente, Milena de França Borges, 19, foi conferir o telão disponibilizado pelo Shopping Pátio Central. “Eu achei muito bom, divertido. É melhor para quem trabalha na região, fica bem prático”, comentou.

“Eu trabalho vem aqui pertinho e vim ver seleção jogar. É uma boa opção, mas como é próximo de onde eu trabalho dá pra vir, estou até esperando uma amiga”, contou a agente financeira. Simone Botelho Benites, 31.

Lojista, Angela Silveira, 59, afirma “gostar do movimento”. “Eu gosto do movimento. Eu trabalho aqui perto e dá tempo de vir. Rapidinho já volto para o trabalho. Foi ótimo, achei melhor do que na Praça, por ser mais perto”, explicou.

Televisão no bar do Zé animou os clientes (Paulo Francis)Televisão no bar do Zé animou os clientes (Paulo Francis)

Lojistas também aproveitaram a televisão do bar do Zé, na Rua Barão do Rio Branco. Josiane de Oliveira Lima, 28 e Mariele Fernandes, 21, trabalham em uma loja do centro e aproveitaram o bar.
“Eu queria estar em casa, mas como não deu vim pra cá”, comentou Josiane. “É melhor do que estar na banca”, contou Mariele.

Sebastião Raimundo de Souza, 50, pedreiro, foi pagar uma conta no centro, encontrou tudo fechado, mas aproveitou o bar para ver a seleção jogar. “”Aproveitei para assistir. Eu assisto mais em casa, mas hoje não teve jeito”, disse.

O mais animado de todos os lugares é resultado da amizade e cooperação dos trabalhadores do camelódromo. Nos fundos do grande shopping popular, os trabalhadores, donos de banca, organizaram junto com um proprietário de conveniência, um telão. Muita cerveja e costela bovina assando vão garantir a tarde de mais de cem pessoas no local.

Trabalhadores do Camelódromo lotaram espaço improvisado para ver o jogo (Paulo Francis)Trabalhadores do Camelódromo lotaram espaço improvisado para ver o jogo (Paulo Francis)

“Todo mundo combinou e colocaram um telão. Da outra vez assisti com a família. É bom porque reúne todo mundo”, declarou Gisleine Marques, 30, dona de uma banca no camelódromo. Vanessa Chavez tem 3 bancas e animação de sobra durante a festança. “A gente se reuniu com o dono da conveniência, fizemos uma confraternização e bancamos a carne”, explicou.

Ilário Alvez Junior, 34, é o proprietário da conveniência Ilari Ilariê, que garantiu a festa dos comerciantes. “A gente sempre faz eventos aqui. Tem três costelas assando”. “Arranjar e fechar a rua foi burocrático, mas aqui todo mundo é amigo. Aqui é mais uma parceria do que um negócio”, comentou.

Trabalhadora de um salão na Rua 14 de julho, Juliely Spiller Salviano elogia o que chama de ambiente calmo e familiar. “É muito bom, aqui não tem brigas. É um lugar reservado, só o pessoal que trabalha no centro. Gosto muito do atendimento na conveniência, da postura das pessoas”, elogiou.

Por fim, a vitória de 2x0 para o Brasil foi o ingrediente final para animar o grupo. Para embalar a festança, um grupo de pagode começou a tocar no local.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions