ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Traficante com "alto poder aquisitivo" é preso em flagrante no Vilas Boas

Por Graziela Rezende | 19/12/2013 12:11
Jovem se diz viciado há dez anos. Foto: Marcos Ermínio
Jovem se diz viciado há dez anos. Foto: Marcos Ermínio

Mesmo com alto poder aquisitivo, filho de empresários e morador de uma região nobre da Capital, Leonardo Cangni Córdoba, 22 anos, entrou no “mundo das drogas” e foi preso em flagrante na manhã de ontem (18), após distribuir maconha para usuários e pequenos traficantes da região das Vilas Boas.

Conhecido como “Léo” ou “Leozinho”, ele disse que por má influência experimentou a maconha há dez anos e, desde então, se tornou usuário, deixando inclusive de estudar no 1° ano do Ensino Médio por conta do vício. “Eu nunca trabalhei, meus pais tiveram comércio a vida toda. E a droga achei que não era perigosa, fui levando e recentemente aconteceu de vender”, declara o jovem.

Em sua residência, na rua Santa Lina, os policiais encontraram objetos suspeitos, como uma balança de precisão, eletrônicos e encaminharam para a Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico). A perícia ainda analisa um telefone celular com várias mensagens solicitando porções de R$ 50, R$ 30 e R$ 10.

Leonardo vai responder por tráfico de drogas, cuja pena prevê reclusão de cinco a quinze anos. O suspeito é reincidente, já que foi preso em 2011 pelo mesmo crime, conforme o delegado João Paulo Sartori, responsável pelas investigações.

Dinheiro apreendido totalizou R$ 372. Foto: Marcos Ermínio
Dinheiro apreendido totalizou R$ 372. Foto: Marcos Ermínio
Preso é reincidente. Foto: Marcos Ermínio
Preso é reincidente. Foto: Marcos Ermínio
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário