A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

24/10/2016 11:36

Tragédia interrompe sonho de professora e cala sorriso de amiga

Luana Rodrigues
Elisângela Vânia dos Santos, 39 anos, era professora e mãe de menino de 13 anos; Iona Larissa Ferreira, 34 anos, deixa duas filhas. (Foto: Reprodução/ Facebook)Elisângela Vânia dos Santos, 39 anos, era professora e mãe de menino de 13 anos; Iona Larissa Ferreira, 34 anos, deixa duas filhas. (Foto: Reprodução/ Facebook)

Mais que tristeza, a morte de duas amigas num acidente, sendo que uma tentava salvar a outra, deixou a amigos e parentes em choque. Para a família de Elisângela Vânia dos Santos, 39 anos, a dor é tanta, que preferiram nem comentar o que houve, durante o velório da vítima, realizado na manhã desta segunda-feira (24). Mas, basta uma olhada no Facebook da professora e da amiga, Iona Larissa Ferreira, 34 anos, para perceber o quanto eram queridas e como vão deixar saudades.

As duas vítimas eram esposas e mães. Iona tinha duas meninas, uma adolescente e outra ainda pequena. Já Elizângela era mãe de menino de 13 anos.

Segundo amigos, formada de educação física, Elizângela atualmente dava aulas em um Ceinf(Centro de Educação Infantil) do jardim Pioneiras. A novidade, que era a realização de um sonho e estava sendo muito comemorada por ela, é que havia acabado de passar em um concurso da prefeitura municipal, e iria assumir o cargo em janeiro do ano que vem.

“Ela era muito querida, muito alegre, muito boa, tinha muitos planos, pensa no tanto de amigos e pessoas que gostavam. Estamos todos chocados”, contou uma vizinha da professora, que prefere não se identificar.

Com Iona não era diferente. Além do sorriso, era conhecida pelos olhos verdes que encantavam, e mais ainda, pela amizade que dedicava a quem se aproximasse.

“A mulher mais guerreira, mais amorosa com suas filhas, familiares, marido, amigos o alicerce de todos em sua volta . Quando precisei várias vezes de um ombro amigo que me ouvisse, você estava ali já com as palavras certas pra falar e me confortar. Nunca aceitarei a sua ida, para mim você sempre estará lá”, escreveu uma parente de Iona.

Quem conhece as duas amigas, diz que as mortes após um acidente de moto, deixa ainda mais tristeza para as famílias. “É que eles tinham costume de fazer passeios pela região. Sempre viajavam, era a diversão dos casais, que infelizmente acabou assim”, diz uma amiga da família.

A paixão pelas motos pode ser notada nas páginas de Elizângela e Iona. Fotos e vídeos mostram que os passeios, de fato, eram comuns e divertidos. Desta vez, fatal.

Acostumadas a estarem sempre juntas, hoje, Elizângela e Iona estão sendo veladas em locais diferentes. O velório da professora é na Rua 13 de maio , 3611, no jardim Santo Amaro. Já a amiga Iona está sendo velada na Avenida Tamandaré, 6434, no bairro Lagoa da Cruz.

 

Paixão pelas motos pode ser notada nas páginas de Elizângela e Iona. (Foto: Reprodução/ Facebook)Paixão pelas motos pode ser notada nas páginas de Elizângela e Iona. (Foto: Reprodução/ Facebook)

Tragédia - As amigas morreram em acidente de trânsito, na manhã deste domingo(23), na MS-80, região conhecida como Água Boa, na saída para Rochedo, distante 35 quilômetros do Centro de Campo Grande.

Conforme o Corpo de Bombeiros, Oscar Braga de Souza, 42 anos, seguia em uma motocicleta Yamaha R1 e tinha como passageira a mulher, Elisângela Vânia, quando perdeu o controle da direção e capotou. A esposa morreu no local.

Logo atrás seguia Iona, que também era passageira da motocicleta CBR 1000, pilotada pelo marido dela, que não teve o nome divulgado.

Ao ver que havia ocorrido o acidente, o casal parou no acostamento e Iona desesperada com a situação tentou atravessar correndo para socorrer o casal do outro lado da via, mas foi colhida por uma picape Fiat Strada branca, conduzida por Rubens Antônio Brito, 69 anos.

O acidente ocorreu em uma curva fechada da rodovia, considerada bastante perigosa.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions