A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Novembro de 2018

26/01/2011 14:09

Orla Morena volta a ser alvo da ação de vândalos

Nadyenka Castro

Há pichações nas lixeiras e plantas e placas quebradas

Palmeiras foram derrubadas por vândalos. (Foto: João Garrigó)Palmeiras foram derrubadas por vândalos. (Foto: João Garrigó)
Gláucio mostra a lixeira quebrada e pichada. (Foto: João Garrigó)Gláucio mostra a lixeira quebrada e pichada. (Foto: João Garrigó)

Inaugurada em 23 de dezembro do ano passado, a Orla Morena, em Campo Grande, voltou a ser alvo de vandalismo. Primeiro foram as pichações nas pistas de skate, bancos e muros. Agora, pinturas feitas por vândalos estão nas lixeiras. Algumas foram quebradas, assim como placas de sinalização e plantas.

Gláucio Mendes do Amaral, 33 anos, passa diariamente pela Orla. A via é caminho dele para o trabalho, em uma oficina de motocicletas, e por isso se tornou um “observador” da situação do local. “Todo dia eu chego no serviço e falo para o patrão que tem alguma coisa quebrada”, conta.

De acordo com Gláucio, as depredações voltaram a aparecer a menos de mês. “Não tem um mês, mas pelo menos 20 dias”. “É lastimável. Ficou tão bonito o lugar. Não é necessário isso”, diz apontado para a lixeira derrubada.

Entre as ruas Antônio Maria Coelho e América há pelo menos cinco palmeiras que foram quebradas, sendo quatro delas em sequência. Todas aparentam ter sido quebradas com chutes.

Há várias lixeiras pixadas e pelo menos uma quebrada. Há ainda uma placa de sinalização no chão.

Moradora da região e também funcionária de uma loja de móveis perto da Orla Morena, Adenélia Gonçalves da Silva, 45 anos, vê diariamente a bela obra ser depredada aos poucos. “Todo dia tem uma coisa diferente”, afirma.

“Eu estou revoltada com isso. Estão acabando com tudo. Acho isso um absurdo. Uma praça tão bonita”, declara Adenélia.

Sobre quem pratica o vandalismo, os moradores compartilham da mesma opinião: são frequentadores da madrugada. “Vê a gente nunca viu, porque fazem isso quando as pessoas de bem estão dormindo”, diz Gláucio. “À tarde as pessoas estão andando aqui”, declara Adenélia.

Primeiras -Antes mesmo de ser inaugurado o espaço público já tinha sido alvo de vandalismo. Os autores, adolescentes, foram identificados, levados para delegacia e respondem em liberdade pelo que fizeram.



Eu acho que o despreparado é você, que em um local em que pessoas praticam exercicios e caminhada vem um elemento inocentemente parar o seu veículo e fumar? Fume em sua casa que ninguém vai te incomodar, mamdado para revistar um carro? eu acho que voce está assistindo muita televisão.
 
Rubens ferreira em 27/01/2011 11:15:46
Mas é exatamente o que eu falei há alguns dias, não adianta fazer a obra, enfiar a placa escrito obra numero 57.854.233 e partir pra outra, tem que colocar policiamento, tem que fazer manutenção periodica e manutenção preventiva, senão em menos de um ano a obra vira um lixo. A culpa realmente é dos pais dos vandalos, mas a policia tem que pegar os belezão, ligar pra casa e fazer os pais levantarem do sofá, ir até a delegacia e de preferencia pagar uma multa, senão não adianta, tem que fazer os verdadeiros culpados (pais) sentirem na pele e no bolso que se não educarem seus filhos para viver em uma sociedade, terão que arcar com as custas da falta de educação.
 
maximiliano nahas em 27/01/2011 09:49:38
PM não cuida de praça sr. Carlos Augusto e se ficar fazendo patrulha o dia todo ali esses vagabundos que fizeram isso vão fazer na sua casa, pois ninguém estará cuidando dela. O que na verdade precisa acontecer em Campo Grande é uma conscientização da população, pois caso ache que esta sendo prejudicada pode agir de forma a inibir a ação desses vândalos, não apenas colocar nas mãos da policia a responsabilidade de cuidar do local, pois acredito que todos usufruem da praça então também devem assumir responsabilidade no zelo da mesma!
 
Henrique Santos em 27/01/2011 09:45:58
É competência da Guarda Municipal a proteção dos bens, serviços e instalações do Município (bens, como escolas, postos de saúde, praças e logradouros públicos), com vistas à prevenção da ocorrência de atos ilícitos, vandalismo, danos e outros sinistros, entre outras atribuições estabelecidas na Lei Municipal n. 4.520/2007. Logo, sendo sua competência, torna-se portanto obrigação. Uma vez que o problema já identificado é recorrente, percebe-se a falta da fiscalização devida, ou seja, o descumprimento de uma obrigação. Uma sugestão para que os problemas na Orla Morena sejam mitigados seria a construção e instalação de um Posto da Guarda Municipal no local, com efetivo suficiente para fazer a fiscalização desse próprio municipal e da região durante 24 horas. Essa medida, além de proteger o patrimônio municipal, também levaria mais segurança à região beneficiada. Cabe agora à comunidade exigir de seus representantes que a instalação de um Posto da Guarda Municipal seja feita o mais rápido possível. Fica aí minha sugestão.
 
Artur Santos em 27/01/2011 08:49:55
Prefeito, pare de enfeitar a cidade e procure se responsabilizar pela SEGURANÇA PÚBLICA. Que segundo nossa constituição federal é responsabilidade e dever de TODOS. Falta verba? Então assine urgente o convênio com o PRONASCI e modernize a nossa GUARDA MUNICIPAL. Dinheiro federal destinado para essa categoria é o que não falta. Pare de ser omisso, pusilânime nesta questão.

Assinado Daniel, cidadão campo-grandense.
 
Daniel Daneti Souza em 27/01/2011 08:34:51
Conheço um homem que tem uma oficina de motos, este homem empregou um garoto de 15 anos, trabalhava de manha e estudava à tarde, o pai e a mãe deste menino são usuarios de drogas e nada tem a oferecer ao filho, o garoto começou a trabalhar e aprender uma profissão, tinha dinheiro no bolso todos os dias para comprar um lanche ou uma camiseta, certo dia os vizinhos fizeram uma denuncia e o juizado de menores apareceu na oficina, multaram o dono e "defenderam" o garoto, hj o rapaz passa o dia vadiando na rua, virou vandalo, depredador do meio publico, e a culpa é do Estado que tirou a ocupação desse garoto.
 
Leticia Mel em 27/01/2011 08:05:57
LAMENTÁVEL! Há poucos meses saí de Campo Grande e não tive o prazer de ver a Orla Morena concluída. No entanto, acredito que ficou uma beleza... Discordo em parte de algumas opiniões que li a respeito acima. Não creio que o vandalismo e a falta de educação de nossos jovens seja "culpa" do município, do governo ou mesmo da união. A maior responsabilidade por esses pequenos marginais é dos pais, que não tem pulso, não impõem limites e que se omitem na educação dos mesmos, transferindo aos outros o dever de educar e criar bons cidadãos. Quanto ao ECA, em parte ajuda, pois também há crianças e adolescentes que sofrem violências e necessitam de amparo. No entanto, como há casos e casos, o mesmo deve ser aplicado de acordo com a situação. Protegendo quem necessita de proteção e punindo quem precisa de punição para se tornar um bom cidadão. Que tal o judiciário diminuir para 16 anos a responsabilidade pelos próprios atos? Se para votar, a "criança" de 16 anos é capaz. por que para ser responsabilizado não o é? Aos pais um pedido: Atentem para as atitudes de seus filhos, saibam onde os mesmos estão e com quem estão... somente assim, evitarão surpresas desagradáveis futuras! Um bom dia a todos!
 
Simone M em 27/01/2011 07:52:00
A atitude é lamentavel, mas pode haver razões que justificam isto pelo menos para quem pratica as depredações: insatisfação com a administração. Por que fazer orla morena quando a cidade esta toda arrebentada, como por exemplo, a Av. Bandeirantes. Esta avenida, tão tradicional, esta abusurdamente mal tratada.
 
agricio araujo em 27/01/2011 07:44:08
Outro dia parei para fumar na orla e os policiais despreparados qse me prenderam. Tive q provar q sou inocente, vasculharam meu carro sem mandado nenhum e ainda queriam agir como agente de transito pedindo os documentos do proprio. Achei uma falta de respeito, pago meus impostos entre outras coisas, só fazem esse tipo de abordagem com gente certa, pois os vandalos que estao por lah destruindo tudo, nunca são parados.
 
Moacyr Neto em 27/01/2011 02:15:11
Fico muito triste por esses jovens, que se acham, protegido por um miseravel lei do menor e adolecente, e cada dia se torna mais inuteis e porcaria, não podem trabalhar mas pode destruir,derespeitar, roubar, fumar maconha e até matar mas culpa de quem do protetor que fez a leis e agora, no meu tempo comecei a trabalhar com 09 anos de idade para ajudar os meus pais, não tive tempo para aprender roubar, fumar maconha,ou ser assasina menor coitadinha, graça a esta educaçao sou pessoas de bens que por 35 anos fui servidora publica onde adiqui respeito e respeitei todos meus colega e superiores, contrui um familia de 04 filhos e 05 netos e sou muito feliz graça a meu Senhor Jesus. Que Deus todo Pederoso tenha misericordia dos nossos jovens;
 
Francisca da silva ferreira em 27/01/2011 01:48:31
É assim mesmo enquanto um promotor tá preocupado em proibir os eventos no Laucidio Coelho as obras públicas são vandalizadas por esses delinquentes e ainda respondem pocesso em liberdade.Deveria colocar esses desocupados para consertar todos os estragos que tem por ai na cidade ,varrer a Orla Morena,etc...Assim eles aprenderiam a dar valor nos serviços dos outros e a prefeitura economizaria dinheiro na manutenção desses lugares.
 
Luis Eduardo em 26/01/2011 11:22:32
Esses sao apenas alguns dos problemas que estao ocorrendo, nao podemos esquecer o desrespeito com as leis de transito, veículos que estacionan em local proibido e etc...
Isso tem ocorrido porque a populaçao já está farta de denunciar e as autoridades competentes (Policia militar e guarda municipal) simplesmente ignoram.
 
Elder Godoy em 26/01/2011 07:44:47
O povo de Campo Grande GOSTA de coisa novas...tanto é que frequentam com suas flías locais como a Orla Morena, Pq das Nações etc...Quem não CURTE o belo e destroi ambientes lindos e agradáveis,são DELINQUENTES(independente da CIDADE desse Brasil a fora), nem sempre são pobres financeiramente,mas de espírito e desprovido de educação, AQUELA que vem de berço. A população das imediações da Orla cuida dentro do possível.Mas, MARGINAL é MARGINAL,quem vai peitar BANDIDOS,cara a cara.Cadê os guardas Municipais?que circulam esporadicamente nos finais de semana.As poucas vezes que vi estavam em 3,4 dentro de um veículo.Legal, seria se circulassem com motocicletas(um sobe a pista acima da Orla e o outro desce abaixo da Orla.)
 
neide de oliveira em 26/01/2011 06:58:28
É lamentável atitudes como estas de vandalismo. Mas não podemos generalizar e dizer em nome da população de Campo Grande que não existe respeito ao patrimônio público, acredito que são estes "vandalos" um pequeno grupo que querem a atenção para si, acham que sua revolta por não estarem felizes com suas vidas um problema da comunidade, mas na verdade é algo que será resolvido dentro do seu interior, principalmente na busca da "boa, agradável e perfeita vontade de Deus em suas vidas". Mas não podemos aceitar em nossa cidade o que custou o dinheiro de cada um de nós e que foi tão bem aplicado, em uma obra tão linnnnnnnnnnnda! Quero ainda poder caminhar e curtir momentos legais. Cadê a segurança pública neste local! É necessário policiamento suficiente para coibir tais atos.
Anita Costa
 
Anita Costa em 26/01/2011 06:32:49
Poxa vida... onde esta a população numa hora dessas?? NÃO FIQUEM QUIETOS!!! Será emsmo que ninguem viu esses vagabundos fazendo isso???? Aff....
 
Marcelo Lima em 26/01/2011 05:51:18
Agora era hora do pessoal que mora na região ficar de plantão numa madrugada e pegar esses pichadores tirar toda roupa deles pegar o tubo de tinta e pintá-los de cabo a rabo e já que a tinta é dificil de sair mesmo depois é só soltar e todo mundo vai ficar sabendo quem são esses delinquentes. Mas é só uma ideia hein!!!! Cuidado com o ECA e o Direitos Humanos pois se fezerem isso com os coitadinhos podem acabar pagando cestas básicas. Como eu gostaria que no meu tempo tivesse esse tal de ECA, eu iria aprontar tal qual fazem hoje porque saberia que iria acabar em pizza mesmo.
 
Ruymar Douglas em 26/01/2011 05:23:31
Realmente boa parte da população não tem educação. Por outro lado, os governantes sabendo disso, poderiam muito bem tomar providências e se prevenir quanto isso. Pichação e vandalismo nunca irão acabar. E nesse caso, se tivesse um posto de policiamento e guardas municipais caminhando constantemente pelo local, evitaria muitos problemas. Algo que também poderia ser feito pra evitar pichações, seria ter incluso dentro do projeto da Orla (especificamente na área da pista de skate e quadra), uma pintura feita a base grafite. Onde a prefeitura forneceria o grafite e até mesmo os jovens grafiteiros entrariam com o trabalho artístico.
 
Éd Vieira em 26/01/2011 04:49:04
Esse é o retrado de uma população mau educada desde os seu primordios, nada mais é que o reflexo da educação que os mesmos tem em suas casas, pois aposto que devem morar nesses chiqueiros que vemos todos os dias na TV.
E não é só nessa nova avenida que vemos isso não, na praça central da cidade, onde deveria tudo ser limpo e arrumado vemos lixeiras destruidas, muretas e alambrados detonados...isso é culpa do poder publico?
Eu acredito que em partes, pois não dá educação de base a estas pessoas, deixam esses adolescentes desocupados por ai sem ter o que fazerem, creio que se o estado ou prefeitura tivesse um programa de reeducação das pessoas tudo isso poderia mudar.
O que falta é educação e respeito ao proximo, só isso.
Coisa que em muitos paises vemos.
 
ANDRÉ LUIZ em 26/01/2011 04:38:34
Está óbvio que uma obra desse porte, onde envolve vários bairros ao longo de seu trajeto, já deveria ter um posto da PM e guardas municipais fazendo patrulha durante o dia todo. Vamos lá, a responsabilidade de zelar pelo bem público não é só da população e sim da participação efetiva dos órgãos de segurança pública. Hoje são as lixeiras, muros e palmeiras atacadas, amanhã é a população que utiliza de boa fé para fazer suas caminhadas junto com familiares. Mais um exemplo de que o IPTU precisa não só aparecer em obras, cimento e asfalto, mas não segurança também.
 
Carlos Augusto em 26/01/2011 04:36:31
Pois ée a Justiça ao invés de proibir os shows da expograndee deveria é ir atras desses vandalos e não acabar com a diversão de muitos que querem curtir um poucoo!Valeww!é assim mesmoo só vai atras do que convém a eles mesmoss........
 
Thainara Cristina Nunes em 26/01/2011 04:29:23
Atitudes como esta são deprimentes e revoltantes. Pessoas que praticam atos de vandalismo como este deveriam sentir na pele em suas casas. Uma obra que mudou a vida dos moradores, trouxe segurança, beleza, lazer a população ser "detonada" por uma turma de marginais que se acham os espertos, né?!
Que fique bem claro a trupe dos vândalos que depredar o patrimonio público é crime e podem ser presos caso sejam surpreendidos em flagrante e vão levar um antecedente para o resto da vida. Então caríssimos analisem a situação e tomem vergonha na cara, respeitem a população e principalmente os moradores da região.
 
Clarisse Nantes em 26/01/2011 03:59:08
esse povo de campo grande é louco ne, so pode...não gostam de nada novo...e quando tem,,,dão um jeito de destruir e deixar feio....mal sabem eles que o castigo deles esta guardado..hahah...isso é uma vergonha
 
Thayssa D'avila em 26/01/2011 03:57:36
E vão continuar quebrando, NÃO HÁ LEI PARA ESSES MENORES MARGINAIS, o tal do ECA-Estatuto da criança e do adolescente lhe facultam tudo isso que fazem de errado, se fosse na minha época tomava uma surra de rabo de tatu para nunca mais quebrar uma planta ou pichar. E salvem o ECA, viva o ECA.
 
Douglas Ruiz em 26/01/2011 03:49:28
Está mais do que na hora de se instalar câmeras de monitoramento em postes altos ao longo das nossas belas avenidas e parques; pode não evitar totalmente as depredações, mas vai ajudar bastante a policia na identificação localização dos meliantes .
 
luiz antonio em 26/01/2011 03:35:43
Etaaaaaa povo sem educação. Muito obrigada viu por cuidarem tão bem da cidade!
 
Ana Carolina de Souza em 26/01/2011 03:16:38
É com certeza lastimável, eu frequento a Orla desde a inauguração, ficou muito bonita, agradável e bem frequentada... Agora vem esses vandalos cretinos e estragam o patrimônio público.
Creio que o Prefeito, juntamente com a Guarda Municipal deveria se focar de forma preventiva/ostensiva ali, em período integral, pois a Guarda é apta e tem a responsabilidade necessária pra tomar a frente da preservação deste novo cartão postal de Cg, sem deixar margens pra esses delinquentes agirem de forma grosseira.
Espero sinceramente que atitudes eficazes sejam tomadas o qnt antes...
 
Rafael Martins em 26/01/2011 03:08:49
Infelizmente esse vandalismo somente irá terminar no dia em que a EDUCAÇÃO for prioridade no Brasil. Enquanto isso, temos que conviver com fatos lamentáveis como esses que estão acontecento na Orla Morena.
Somente indignação, não irá fazer com que parem com o vandalismo. É preciso repensar a legislação que dá ao menor (15, 16, 17 anos) o direito de fazer o que bem quer com a coisa pública, e, nenhum dever.
 
Márcio Fontoura Corrêa em 26/01/2011 02:59:47
Sou ex-campograndense morando atualmente no interior do Estado. Fico indignado ao ver essas coisas acontecendo na nossa Capital. Fico curioso também em saber o que passa na cabeça de uma pessoa dessa, ou melhor, de um "animal" desse, quando decide fazer uma barbaridade do tipo. Prazer não pode ser, pois existem coisas muito melhores para fazer que nos proporciona isso. Desculpem-me os animais de verdade, porque na verdade eles não pensam e não são capazes de fazer tal crueldade. Os que pensam e agem dessa forma, poderiam procurar algo melhor a fazer, como procurar emprego, por exemplo!
 
heraldo tomaz em 26/01/2011 02:48:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions