A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/03/2015 12:14

Vereadores prometem investigar cada obra em andamento na Capital

Flávia Lima e Kleber Clajus
Vereadores querem detalhar melhor condições de obras. (Foto:Kleber Clajus)Vereadores querem detalhar melhor condições de obras. (Foto:Kleber Clajus)

Três comissões da Câmara Municipal de Campo Grande devem se unir para investigar obras em andamento detalhadas durante reunião com o secretário de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Valtenir Alves de Brito. Os dados, apresentados na segunda-feira (23), levaram os vereadores a solicitar audiência extra com a presença do titular da Seplanfic (Secretaria Planejamento, Finanças e Controle), André Scaff.

Obras Públicas, Finanças e Orçamento e Meio Ambiente são as comissões que pretendem levantar quais obras efetivamente estão em andamento ou em processo jurídico aguardando implantação, bem como o valor da contrapartida que a prefeitura precisará desembolsar para tirar obras do papel e lentidão no processo de execução.

Durante a reunião pública, Valtenir Brito ressaltou que 21 obras de infraestrutura estão paralisadas devido a diversas questões, como falência de empresas vencedoras de licitação, litígios jurídicos, problemas de repasse do Governo Federal e desapropriação de áreas. Outras 30, envolvendo escolas e postos de saúde, devem ser retomadas em breve, segundo ele, mas também sofreram com os problemas financeiros. Com isso, algumas delas já estão de 80 a 95% concluídas, mas no momento estão paralisadas.

Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSD), pontuou que é preciso definir quais obras realmente estão em execução, uma vez que relatório entregue pelo secretário classifica como "em andamento" situações em que não há nada sendo construído. "A administração passada foi muito competente projetando muitas obras, mas a expectativa não tem sido cumprida", ressaltou o vereador que também preside a Comissão de Obras.

O vereador Ayrton Araújo (PT) afirmou que visitou uma academia ao ar livre no Jardim Botafogo, mas constatou que até o terreno não estava limpo, por isso cobrou um posicionamento mais claro da administração municipal.

Posicionamento semelhante tem a vereadora Carla Stephanini (PMDB) que julga ser importante a prestação de contas de Valtemir de Brito a lideranças comunitárias, porém cobra que esta seja acompanhada da devida previsão orçamentária para que os projetos saiam efetivamente do papel.

O receio dos vereadores é de que com a demora na conclusão das obras, algumas delas tenham danos ainda maiores decorrentes de infiltrações e danos estruturais nas fundações, o que pode ocasionar sua demolição.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions