A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/06/2011 11:37

Via de 10 km entre Duque de Caxias e Anel Viário fica pronta no 2º semestre

Marta Ferreira
Nova avenida tem ciclovia e canteiros urbanizados. (Foto: Pedro Peralta) Nova avenida tem ciclovia e canteiros urbanizados. (Foto: Pedro Peralta)

Enquanto conserta motores de bomba d´água, o eletricista Leonildo Rosa Martins, de 53 anos, assiste de sua oficina na rua Antônio Abdo, no bairro Taveirópolis, o avanço das máquinas e operários responsáveis por uma obra que, aos poucos, está transformando uma região de Campo Grande.

Prevista para ser entregue no segundo semestre deste ano, a obra vai criar uma via cruzando a região Oeste, ligando os bairros vizinhos ao Aeroporto Internacional ao Anel Viário entre as saídas de Sidrolândia e São Paulo, no Sul da cidade. Ao todo, são 10 quilômetros.

A via, ainda sem nome, faz parte da fase de conclusão do projeto de saneamento integrado e urbanização do Fundo de Vale do Córrego Lagoa, custeado com recursos da primeira edição do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O investimento é próximo de R$ 45 milhões em saneamento, drenagem, habitação, urbanização e pavimentação. Quanto estiver pronta, a nova avenida vai desafogar o tráfego em trechos bastante movimentados, e não raro palcos de acidentes de trânsito em Campo Grande, como as avenidas Marechal Deodoro e Tiradentes e a rua Brilhante.

A obra é divida em duas partes, uma a cargo do Governo do Estado, que liga a Duque de Caxias à avenida Antônio Bandeira, no Jardim Leblon, e outra a cargo da Prefeitura, entre a Panambi-Verá e o Anel Viário.

O trecho que passa próximo à oficina do eletricista Leonildo é o do governo do Estado, próximo à Base Aérea de Campo Grande. Ali, foi preciso desapropriar uma parte do terreno da FAB (Força Aérea Brasileira) e vai ser derrubado um muro da Base.

Para isso, um outro muro está em fase de conclusão e a derrubada do anterior está prevista para os próximos dias, segundo o engenheiro da Secretaria de Obras, Edvaldo Aquino.

Novo caminho - Quando essa estrutura cair, vai dar espaço à ligação entre a nova via e a Via Morena, projeto implantado na avenida Duque de Caxias.

O eletricista Leonildo Martins acompanha avanço das obras enquanto conserta motores. O eletricista Leonildo Martins acompanha avanço das obras enquanto conserta motores.

O trecho do governo tem, ao todo, 4,6 quilometros, com investimento previsto de R$ 19 milhões.

O engenheiro informou que 80 trabalhadores atuam nas obras, que andaram conforme as desapropriações de imóveis na região foram andando. Cerca de cem famílias que viviam no trecho foram retiradas.

Parte, que estava em área de risco, no Portal Caiobá, foram levadas para um residencial construído pelo Estado. Outra parte recebeu indenização pela desapropriação do imóvel.

Ao longo de toda a via, está sendo implantada uma ciclovia. São 11 metros de pista de cada lado da via, mais 3 metros de ciclovia e ainda 1 metro de calçamento.

Além da urbanização que trará para a região, que que já está bastante diferente, vai ser um novo caminho para os moradores dos diversos bairros ao longo da via. “Quem quiser vir dos bairros da saída para Sidrolândia para o aeroporto, por exemplo, vai fazer um trajeto mais curto e sem passar por ruas centrais, desafogando o tráfego nelas”, afirma o engenheiro.

Obra inclui drenagem na nova via ligando a avenida Duque de Caxias ao Anel Viário. (Foto)Obra inclui drenagem na nova via ligando a avenida Duque de Caxias ao Anel Viário. (Foto)
Trecho finalizado pela prefeitura já é utilizado por morador da região. Trecho finalizado pela prefeitura já é utilizado por morador da região.

Quando?- Edvaldo Aquino informou que a parte do governo do Estado da Obra deve ficar pronta até o fim de junho.

A parte da prefeitura, segundo o secretário de Obras, João Antônio de Marco, deve ficar pronta até agosto. Nestre trecho são quase 6 quilômetros.

Percorrendo a obra, é possível ver que ela é descontínua, ou seja, começa aqui, para ali. O secretário explicou que isso foi necessário pois alguns trechos têm intervenções mais complexas que outros.

Há, por exemplo, previsão de instalação de pontes para fazer ligações de bairros com a via, como no Oliveira 3. Essas intervenções ainda não começaram.

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, afirmou nesta quarta-feira que a parte da prefeitura do projeto PAC Lagoa está “90%” pronta. Segundo ele, o compromisso firmado entre Estado e Prefeitura é entregar tudo até o fim de agosto.

De olho na obra, em meio a uma confusão de motores e fios, o eletrecista Leonildo enxerga dias melhores para o bairro no futuro. Ele vive ali há 8 anos e diz que a intervenção ajudou a dar condições melhores de habitação às famílias que viviam em situação de risco e vai deixar o bairro “muito mais bonito”.

Confira abaixo o mapa da obra

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


espero que essa av. tenha apenas um nome, a pref. tem que parar com essa palhacada de dar varios nomes para trechos da mesma av. isso e ridiculo. parem com isso,
 
juliano bonner em 21/10/2011 10:28:25
Vai ser muito bom para desafogar o trânsito em vários trechos, principalmente na Albert Sabin e Tiradentes que em certos horários ficam muito tumultuadas. O nome poderia ser Via Lagoa.
 
Thaisa Lopes em 01/06/2011 04:42:25
Sem dúvida essa obra é muito bem vinda, agora vemos em uma das fotos que mal foi concluida uma parte e a via já está tomada pelo mato e com muito lixo na margem, essa é a cultura brasileira, agora vamos fazer nossos depositos de lixo na novas avenidas, parabéns campograndense.
 
Oswaldo Benites em 01/06/2011 04:07:04
Nossa, essa obra vai ser de uma revolução tão positiva no fluxo de veículos que até espanta! Nossa cidade com certeza merece essa melhoria. Vamos torcer para virem outras como essa!!
 
Milton Cruz em 01/06/2011 03:09:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions