A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

20/01/2011 15:15

Vídeo mostra que motorista tentava deter jovem após tijolada em ônibus

Aline Queiroz

Circuito de segurança fez a gravação que já está no inquérito da 5ª DP

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

Câmeras do circuito de segurança do ônibus dirigido por Edson Bazan, 39 anos, registraram o momento em que o motorista tentou deter o jovem que havia atirado um tijolo contra o veículo.

A atitude por pouco não acabou em homicídio no dia 1º deste mês, na região do Parque do Lageado, em Campo Grande. O Campo Grande News teve acesso ao vídeo, que já está com a Polícia Civil e faz parte do inquérito instaurado pela 5ª DP (Delegacia de Polícia).

Edson acabou atingido por quatro tiros depois de tentar capturar Max Ferreira da Silva, 19 anos, o rapaz que deu a tijolada no ônibus. Edson desce do veículo para segurar o jovem. Um amigo dele sabia que Max tinha um revólver calibre 32 em casa e foi buscá-lo.

O vídeo não mostra os detalhes a partir da saída do motoristas, mas o amigo do jovem, que pode ser um adolescente, dá os dois primeiros tiros. Max foi o autor de outros disparos que acertaram Edson.

Segundo o delegado responsável pela investigação, Márcio Obara, com as imagens, as testemunhas e o reconhecimento de Max a Polícia pediu a prisão do rapaz, que teve mandado de prisão temporária pelos crimes de dano e tentativa de homicídio. O mandado concedido pela Justiça é de 30 dias.

Max foi capturado ontem à tarde, por policiais da Força Tática do 10º BPM (Batalhão da Polícia Militar).

De acordo com o delegado, existem dois fatores que qualificam o crime. “O motivo foi torpe e sem direito de defesa para a vítima”, destaca o responsável pela investigação.

Max tem passagem pela Polícia do período em que era menor de idade. Os antecedentes são por tráfico, roubo e furto. Quanto à arma que possuía, Max afirmou à Polícia Civil que era “para se defender”.

O segundo envolvido neste crime está solto mas o delegado já tem pistas do suspeito.

Recuperação - O motorista sobreviveu mas corre risco de não voltar a andar. Ele se locomove com cadeira de rodas.

Edson tem o lado esquerdo do corpo paralisado devido ao tiro que levou perto da coluna. Nas mãos e na perna as marcas do disparo feito com revólver. Outro tiro atingiu sua barriga e perfurou o intestino, por isso tem de usar sonda.

Ele faz fisioterapia para tentar recuperar os movimentos.

Localidade - A região do Bairro Dom Antônio concentra grande número de ocorrências e, por este motivo, foi criada uma Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) no Bairro Piratininga para atender à demanda.

A unidade também abriga o Sig (Serviço de Investigações Gerais), que prendeu Juliano Frutuoso dos Santos, 25 anos, apontado como um dos autores do assassinato de Antônio Inácio da Silva Filho, 31 anos, ocorrido no último dia 14, no Aero Rancho. O comparsa dele está foragido. Antônio foi atingido por 13 facadas.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


O cidadão honesto vive como um preso em sua propria residencia enquanto a bandidagem vive por ai cometendo os mais barbaros crimes contra a sociedade. E as autoridades? Ah! as autoridades lembram de todos nos, apenas na epoca das eleições. Segurança? Que nada, segurança eles lembram de falar somente em epoca de campanha, assim como Educação, Saude, Saneamento, etc, etc, etc.............Isso não e' Brasil, são os POLITICOS DO BRASIL.
Edson pode ter certeza voce vai sair dessa, que Deus e sua familia lhe de toda ajuda do mundo porque se voce for depender das autoridades...........
 
Eduardo Marques em 21/01/2011 09:48:31
é de ficar indignado com o que acontece nesse país o cara vai para roubar um dinheiro que não é de um funcionário e acaba tentando matar ainda a pessoa, isso quando não acontece o homicídio, sinceramente ficamos a merce deste tipo de bandido, aí o cara vai preso fica lá algum tempo, sai e ainda fica ameaçando a pessoa q denunciou, sou a favor neste de país de pena de morte ou prissão perpetua para crimes de assassinato para tentativas de roubo, ninguem tem o direito de tirar a vida de ninguem. E o povo tem que parar com essa de Direitos Humanos, a nossa sociedade já tem conhecimento mutuo do certo e errado.
 
Rafael Camargo em 21/01/2011 09:47:54
Sabe, o que mais me indigna é uma pessoa honesta que está trabalhando passar por este tipo de situação! Em um país que se paga impostos altissimos, não temos o minimo de segurança seja em casa ou no trabalho. Vivemos cercados de muros e grades, enquanto os bandidos estão livres, leves e soltos por aí. Uma vergonha!!
Edson, melhoras pra vc e Deus está do seu lado pode ter certeza!
 
Fran Dutra em 21/01/2011 07:41:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions