ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Vistoria reprova 28% das rodas e Inmetro alerta para risco de acidente

Fiscalização foi realizada em 25 estabelecimentos e em oito foram encontradas irregularidades

Por Michel Faustino | 13/07/2015 17:22
512 rodas foram fiscalizadas e 144 foram reprovadas. (Foto: Divulgação)
512 rodas foram fiscalizadas e 144 foram reprovadas. (Foto: Divulgação)

A AEM-MS (Agência Estadual de Metrologia), órgão delegado do Inmetro ( Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), realizou entre os dias 30 de junho a 3 de julho operação para testar a qualidade das rodas automotivas que são comercializadas em Campo Grande, e o resultado é preocupante: 28% dos produtos vistoriados foram reprovados.

Segundo o diretor-presidente da AEM-MS, Nilton Pinto Rodrigues, 25 estabelecimentos comerciais da Capital foram vistoriados. Ao todo, 512 rodas foram fiscalizadas e 144 foram reprovadas. Oito estabelecimentos foram notificados por conta de irregularidades.

De acordo com Nilton, neste estabelecimentos, foram encontrados produtos sendo comercializados sem o selo de conformidade, o chamado selo do Inmetro. O diretor explica que tais produtos oferecem riscos por não ter nenhuma garantia de segurança.

“O produto que tem o selo do Inmetro foi submetido a centenas de testes e assim traz uma segurança maior para o consumidor. Já aqueles de procedência duvidosa, não. O risco de uma roda dessas quebrar, por exemplo, é muito grande e é isso que os consumidores precisam ficar atentos”, disse.

Os produtos irregulares foram interditados para que os comerciantes os devolvam imediatamente aos fabricantes. Após notificação os comerciantes têm 10 dias para apresentar nota fiscal que comprove a origem do produto.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário