ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 18º

Capital

Mulher é ameaçada de morte após comentário em jogo on-line

Mulher foi ofendida após dizer que o avião do time adversário deveria cair

Por Bruna Marques | 23/04/2024 06:38
Comentário da vítima na rede social, desejando que o avião caia (Foto: Divulgação)
Comentário da vítima na rede social, desejando que o avião caia (Foto: Divulgação)

Mulher de 28 anos, vítima de cyberbullying, registrou boletim de ocorrência nesta segunda-feira (22), após ser ameaçada de morte, por fazer comentário sobre partida de jogo on-line a qual assistia. A vítima mora em Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, a mulher estava assistindo à final brasileira de League of Legends - jogo eletrônico que tem como objetivo destruir o território inimigo.

Durante a partida, teria dito que desejava a queda do avião dos competidores que vão à China disputar o Mundial.

A partir do comentário, várias pessoas começaram a entrar nas redes sociais de seu trabalho e mandar mensagem a ameaçando de morte, ofendendo e passaram a enviar fotos de genitais masculinos para a vítima.

Segundo a vítima, a repercussão ocorreu após seu comentário viralizar em um perfil com muitos seguidores. O caso foi registrado na delegacia como intimidação sistemática virtual (cyberbullying).

Registros – Os cartórios de notas de Mato Grosso do Sul registraram um aumento de 23% na solicitação de Atas Notariais, documentos que comprovam bullying e cyberbullying. De acordo com um levantamento da CNB/MS (Colégio Notarial do Brasil – Seção Mato Grosso do Sul), representante dos Tabelionatos do estado, o ano de 2023 alcançou um recorde com mais de 1,5 mil documentos produzidos.

Conforme aponta o levantamento da CNB/MS, em 2007, foram solicitadas apenas 22 Atas Notariais em todo o estado. Em contraste, o ano de 2023 registrou 1.511 documentos emitidos.

A Ata Notarial, um documento comprobatório de crimes cometidos na internet, ganha ainda mais destaque com a recente sanção da Lei Federal 14.811/24, que incluiu o bullying e o cyberbullying no Código Penal e aumentou as penas para crimes contra crianças e adolescentes.

De acordo com o presidente do CNB/MS, Elder Gomes Dutra, a Ata Notarial funciona como uma ferramenta segura para garantir respaldo jurídico e proteção diante desse fenômeno crescente. "A Ata Notarial é instrumentalizada pelo tabelião, um agente imparcial e detentor de fé pública, e faz prova com presunção de veracidade de fatos que posteriormente serão levados à Justiça".

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias