ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 36º

Capital

Voo é cancelado e passageiros reclamam de falta de informação no aeroporto

Por Viviane Oliveira e Marcus Moura | 02/01/2017 08:43
Passageiros tentando informação no guichê da empresa (Foto: Fernando Antunes)
Passageiros tentando informação no guichê da empresa (Foto: Fernando Antunes)

O cancelamento de um voo da Avianca com destino a Brasília, que partiria às 7h55 desta segunda-feira (2), causou tumulto no Aeroporto Internacional de Campo Grande. Os passageiros, entre eles o senador sul-mato-grossense Waldemir Moka (PMDB), reclamaram da falta de informação.

A dona de casa Roseli Rosa de Souza, 56 anos, por exemplo, estava no saguão há mais de 1h30 e ainda não tinha recebido nenhuma informação sobre o ocorrido. “Comprei a passagem há uma semana. Estou me sentindo desrespeitada”, lamenta.

Compartilha da mesma opinião o fiscal do trabalho João Paulo Ferreira, 34 anos. “Vim passar o feriado com a minha família e hoje pretendia retornar para o trabalho. E agora? Até agora ninguém disse nada sobre o que houve. É uma falta de respeito”, reclama. O rapaz saiu de Aquidauana hoje de madrugada.

Segundo o senador Moka, que havia acabado de receber a informação, o avião chegou de madrugada com uma falha técnica e não tinha como fazer a viagem por questão de segurança. "É uma vergonha isso. As pessoas se preparam, se organizam para viajar e quando chegam aqui se deparam com essa confusão. Cadê o avião reserva", questiona.

O parlamentar afirma que vai fazer uma reclamação formal na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil, não por ser senador, mas como cidadão. “Os caras querem cobrar até pela bagagem, mas não prestam serviço com o mínimo de qualidade e respeito”.

O Campo Grande News entrou em contato com a empresa, mas não obteve retorno até o fechamento do texto.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário