A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Setembro de 2019

12/03/2013 07:10

Cardeais se preparam para dar início às votações para escolher o novo papa

Mariana Lopes
Capela Sistina, onde os cardeais ficarão para votar no novo papa (Foto: Terra)Capela Sistina, onde os cardeais ficarão para votar no novo papa (Foto: Terra)

Os 115 cardeais que votarão no sucessor de Bento XVI estão acomodados, desde às 7h (2h de Mato Grosso do Sul), na casa de Santa Marta, onde ficarão alojados até o final do conclave.

O conclave histórico, formado após a primeira renúncia de um papa em 600 anos, conta com cinco cardeais brasileiros, Odilo Scherer, dom Geraldo Majella Agnelo, dom Raymundo Damasceno, dom João Braz Aviz e dom Cláudio Hummes. 

Eles participam da missa “Pro Eligendo Pontífice”, na Basílica de São Pedro. A celebração, presidida pelo cardeal decano, Angelo Sodano, é aberta ao público e tem duração aproximada de 90 minutos.

Às 15h45 (10h45 de MS), os cardeais iniciam uma procissão na Capela Paulina sob o canto de Veni Creator Spiritus e depois haverá um momento de meditação, guiado pelo cardeal maltês Prosper Grech, que não há duração determinada. No conclave de 2005, a meditação durou 57 minutos.

Na sequência, os 115 cardeais entram na Capela Sistina, onde ficam isolados do mundo exterior para começar a escolher o futuro papa. A expectativa é de que ainda nesta terça-feira seja realizada uma votação.

A fumaça indicando o resultado deverá ser emitida até às 19h (14h de MS). Se a fumaça for preta indica que ainda não há um eleito, e se for branca significa que a Igreja Católica já tem um novo popa.

Às 19h15 (14h15 de MS), os cardeais realizam a oração de fim de dia (conhecida como Oração das Vésperas) e jantam às 20h (15h).

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse haver a esperança de um conclave rápido, mas é improvável que já no primeiro dia se tenha um eleito. A votação deve continuar amanhã, quando ocorrem duas pela manhã e duas pela tarde. (Com informações do Terra)



Interessante, se essa capela com esse luxo de valor fosse de evangélico, já tinha caido na boca do povo, como roubo, fazendo a cabeça. Outra, votação? mas muitos dizem que religião e política ninguém discute. Casam! É preciso ler a a bíblia e refletir bem na hora de ler para entender. A Palavra de Deus não mente, pode ter alterações humana, que satisfaz a doutrina de um e outro.
 
luiz alves em 12/03/2013 07:46:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions