ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  26    CAMPO GRANDE 36º

Cidades

Carreta com 4,6 toneladas de maconha sai de MS e é apreendida em SP

Segundo a polícia paulista, a droga encontrada em meio à carga de milho foi saiu de Ponta Porã e seria revendida na região de Atibaia

Por Geisy Garnes | 18/01/2019 08:36
Polícia apreende 4,6 toneladas de maconha em Atibaia (Foto: Lucas Rangel/ TV Vanguarda)
Polícia apreende 4,6 toneladas de maconha em Atibaia (Foto: Lucas Rangel/ TV Vanguarda)

A Polícia Militar de São Paulo apreendeu na madrugada desta sexta-feira (18) uma carreta com 4,6 toneladas de maconha escondidas em meio a uma carga de milho. A droga saiu de Ponta Porã – cidade a 323 quilômetros de Campo Grande – e seria vendia da região de Atibaia. Oito pessoas foram presas.

Conforme informações da TV Vanguarda, equipes da Força Tática realizavam operação de combate ao roubo de cargas nas rodovias de Atibaia, quando receberam denúncias de que uma carreta foi vista entrando em um pesqueiro desativado do Bairro do Tanque, na estrada que liga o município a Bragança Paulista.

Oito pessoas, sete homens e uma mulher, estavam no local e assim que perceberam a presença dos policiais tentaram fugir, mas foram capturados e presos. Em depoimento, um dos suspeitos confessou que a carreta escondia um grande carregamento de maconha.

Nas buscas, os militares encontraram vários fardos da droga, que somaram 4,6 toneladas, em meio à carga de milho. Com o flagrante, os suspeitos confessaram que a maconha saiu de Ponta Porã, cidade de Mato Grosso do Sul que faz divisa com o Paraguai, e seria distribuída para traficantes da região.

Ainda segundo a polícia, um dos presos era da capital do estado e contou que estava ali para buscar parte da droga para revender na zona norte de São Paulo. Os oito suspeitos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Atibaia e não tiveram o nome divulgado.

Esquema – A apreensão de um caminhão com cerca de uma tonelada de maconha na BR-267 em Nova Alvorada do Sul, na última quarta-feira, dia 16 de janeiro, relevou a polícia um novo esquema de tráfico.

Segundo informações divulgadas pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), a droga que sai da fronteira do Estado é trazida até Campo Grande em veículos pequenos, e da Capital passada carretas e caminhões, onde são levadas para outros estados.

Na apreensão de quarta-feira, o motorista – identificado como Anivaldo Dominguez Froes, de 36 anos – relevou que a droga, que estava escondida em uma carga de soja, também seria entregue em São Paulo.

Regras de comentário