A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Junho de 2018

02/01/2008 14:57

Colônia Penal dá alerta para recapturar 20 presos

Redação

Pelo menos 20 detentos que obtiveram o benefício de deixar a Colônia Penal Agrícola para passar o Natal com a família já são considerados fugitivos pela Agepen (Agência do Sistema Penitenciário de MS). Eles deveriam ter voltado até às 8h de hoje para o estabelecimento, mas não apareceram.

"Ainda estamos preparando a lista, mas eles já são considerados evadidos, são 20 presos", disse o diretor interino da Colônia Penal, Livrado da Silva Braga.

Dos 654 presos que cumprem regime semi-aberto no local, 407 conseguiram autorizações para passar as festas de fim de ano com a família sob o compromisso de se reapresentarem hoje.

Braga afirma que a liberação atende a critérios como bom comportamento no estabelecimento penal. Quem não voltou perde o benefício da progressão para semi-aberto e deverá voltar para o regime fechado.

Ao longo de 2007, a Colônia Penal Agrícola foi uma fonte de seguidos constrangimentos para a Secretaria de Justiça e Segurança Pública.

Foi descoberto que presos deixavam o local para cometer crimes, além de consumirem quase livremente drogas e álcool no local. Até garotas de programa freqüentavam rotineiramente a colônia. Para ter direito ao regime semi-aberto, o condenado precisa ter cumprido um sexto da pena e ter bom comportamento.

Detentos que estão nos presídios comuns e em estabelecimentos de detenção de mulheres também obtiveram autorizações para passar as festas longe das grades.

Somando com os 407 da Colônia Penal Agrícola, 700 presos de todo o Mato Grosso do Sul foram beneficiados com as saídas. A Agepen não divulgou o levantamento de detentos que não voltaram aos outros presídios.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions