A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

17/03/2014 11:02

Com 107 leitos, Hospital da Cassems começa a funcionar no início de 2016

Leonardo Rocha
Cassems lançou hoje a pedra fundamental da obra, hospital em Campo Grande irá funcionar em 2016 (Foto: Cleber Gellio)Cassems lançou hoje a pedra fundamental da obra, hospital em Campo Grande irá funcionar em 2016 (Foto: Cleber Gellio)

 

 

O hospital da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, irá começar suas atividades no primeiro semestre de 2016, em um investimento de R$ 60 milhões.

Na solenidade de hoje (17) foi lançada a pedra fundamental e enterrada uma “cápsula do tempo” que será aberta daqui a 25 anos.

“Estamos buscando este sonho há 13 anos e ele será concretizado em 24 meses, já temos oito unidades em todo Estado, e temos como objetivo descentralizar o atendimento aos servidores”, destacou o presidente da entidade, Ricardo Ayache.

O presidente ressaltou que o projeto teve R$ 39,5 milhões advindos do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste), além de contar com a contribuição de R$ 5 milhões do governo estadual.

“Sempre busco recursos com o poder público, já fizemos um acordo com a Assembleia para disponibilizar através de emendas (individuais) R$ 2,5 milhões neste ano e o mesmo valor para 2015”, apontou ele.

De acordo com Ayache, a obra já concretizou 60% das fundações profundas e espera ser terminado no primeiro semestre de 2016. “A sociedade já nos demonstrou que anseia por saúde de qualidade, apesar de todas as dificuldades para se investir no setor neste país”.

Obra – O hospital da Cassems será de alta complexidade, com capacidade prevista para mil pacientes por dia, além de pronto atendimento adulto e infantil e realização de consultas e exames.

A unidade de saúde terá 107 leitos de internação, centros de diagnósticos e cirúrgicos, além de local para UTI para adulto e neonatal. O hospital que quer ser referência no Estado terá uma área de 12.500 metros quadrados, com o funcionamento previsto para 24 horas.

“O governo estadual fez questão de colocar este projeto como n° 1 na lista de prioridades do FCO, justamente porque será fundamental para o atendimento ao servidor, um projeto essencial para saúde”, destacou a secretária de Produção e Indústria, Tereza Cristina Corrêa.

Representando o governador André Puccinelli, a secretária de Administração, Thie Higuchi Viegas, ponderou que a Cassems está realizando um trabalho qualificado em saúde pública, com ações preventivas e curativas. “O servidor terá o auxílio necessário tanto na saúde física, mental e psicológica”.

Ricardo Ayache já conseguiu recursos do governo estadual e espera ajuda dos deputados estaduais ao hospital (Foto: Cleber Gellio)Ricardo Ayache já conseguiu recursos do governo estadual e espera ajuda dos deputados estaduais ao hospital (Foto: Cleber Gellio)
De acordo com Cassems, já foi realizado 60% das fundações profundas, entrega será em 2016 (Foto: Cleber Gellio)De acordo com Cassems, já foi realizado 60% das fundações profundas, entrega será em 2016 (Foto: Cleber Gellio)
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions