A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/06/2008 17:15

Comerciantes da Maracaju padecem com queda no movimento

Redação

Portas fechadas e placas de aluga-se ou vende-se traçam o cenário de decadência do comércio na Maracaju, rua tradicional da cidade que já viveu momentos de glória em décadas anteriores. São lojas de roupas, calçados, hotéis, cujos proprietários se cansaram de investir sem retorno.

O fluxo de clientes no local é pequeno e os lojistas acreditam que só um projeto de revitalização poderia socorrer os comerciantes.

Atraído por um comércio em expansão, Odílio Alves Ferreira instalou a Tieli Confecções na rua Maracaju há 18 anos. Aos 65 anos, ele observa de mãos atadas a queda de movimento.

Ministério Público faz contrato de R$ 3 milhões com empresa de informática
O MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) firmou contrato de R$ 3,3 milhões com a empresa Click Ti Tecnologia Ltda. Com validade de seis me...
Novos critérios definem morte encefálica e afetam doação de órgãos
O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou hoje (12) critérios mais rígidos para definir morte encefálica. A mudança nos procedimentos tem impacto...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions