A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

16/04/2018 18:09

Congresso na Capital vai discutir sobre as "doenças" na construção civil

Osvaldo Júnior
Sem atenção devida ao processo da construção, diversas doenças podem ocorrer nas edificações (Foto: Divulgação)Sem atenção devida ao processo da construção, diversas "doenças" podem ocorrer nas edificações (Foto: Divulgação)

As edificações escondem diversos riscos, espécie de “câncer”, conforme metaforiza a professora Sandra Regina Bertotini, mestre em Engenharia Civil. São perigos, muitas vezes invisíveis, mas que também se manifestam em forma de fissuras, rachaduras, infiltrações, entre outros problemas. Essas questões serão tratadas em Campo Grande, nos dias 18 a 20 deste mês, durante o Congresso Brasileiro de Patologia das Construções.

O evento é realizado pela Alconpat Brasil (Associação Brasileira de Patologia das Convenções) anualmente em nível nacional e a cada dois anos em âmbito internacional. De acordo com Sandra Regina, coordenadora local do evento e diretora regional da Alconpat, a patologia das construções engloba as diversas “doenças nas edificações”, causadas por irregularidades na produção do material, projetos de engenharia, localização da obra, entre outros fatores.

Numa analogia com um organismo, a professora afirma que as edificações têm muitos cânceres, problemas invisíveis e que vão se desenvolvendo até se manifestar em todo tipo de consequências. “No Ceará, por exemplo, um prédio caiu”, ilustra. “São fissuras, trincas, corrosão de armadura, álcalis agregados”, enumera.

A professora detalha que álcalis agregados é uma reação química que ocorre no concreto. “Depende do contato do cimento com o solo, de alguns agregados do solo. Essa reação faz com que o concreto se expanda e provoque fissura. Por isso, o projeto é importante. Deve-se considerar no projeto o local da construção para decidir, por exemplo, como será o uso do cimento, que possa inibir a ação dos agregados”, explica.

Evento – Problemas como esses serão discutidos durante o congresso. O evento é voltado para profissionais do setor da construção, engenheiros, técnicos, pesquisadores, empresários, fornecedores, investidores e estudantes.

Os interessados podem ser inscrições pelo site da Alconpat Brasil (clique aqui). O campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) sediará palestras e os minicursos sobre monitorização da integridade das estruturas históricas através de sistemas sensoriais wireless e CAA (Concreto Autoadensável) – Tecnologia e Aplicação. O congresso contará com a participação de profissionais convidados do Canadá, Paraguai e Reino Unido.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions