A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

20/04/2010 10:30

Conselho flagra falso protético pela segunda vez

Redação

Pela segunda vez em dois anos Odair da Silva Ortega foi flagrado exercendo ilegalmente a profissão de protético, em Campo Grande.

Fiscais do CRO-MS (Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso do Sul) fecharam ontem à tarde o laboratório dele, que funcionava clandestinamente nos fundos de uma conveniência na Avenida Guaicurus.

Odair não tem registro junto ao Conselho e é reincidente na prática ilegal de odontologia. Em 2008 ele teve o material apreendido por não estar habilitado a atender pacientes. O Conselho informa que vai entrar agora com uma representação na Polícia Civil, contra Odair, por exercício ilegal da profissão.

A entidade alerta a população para que fique atenta a esse tipo de serviço irregular, "o protético não pode prestar serviço direto à comunidade, se ele faz isso, é ilegal, pois não estudou para ser dentista. Isso no código penal é falsificação ideológica. O cliente do protético é o odontólogo e não a população", explica o tesoureiro do Conselho Dr. Francisco Carlos Grilo.

Na Capital há denúncias de que pelo menos 15 laboratórios de fundo de quintal funcionam em situação precária em várias regiões, como no Aero Rancho, Moreninhas, Santo Amaro, Coophasul e Nova Lima.

O telefone para denúncias do CRO-MS é o: 3321

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions