ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  26    CAMPO GRANDE 36º

Cidades

Corpo de índio é levado ao DF por suspeita de homicídio

Por Redação | 14/08/2009 10:46

A Funai (Fundação Nacional do Índio) vai levar nesta sexta-feira para Brasília o corpo do índio Rosimaldo Gonçalves Porto, 22, morto quarta-feira em Dourados.

O rapaz cumpria pena de seis anos de prisão por homicídio na Phac (Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorim Costa) e por volta de 14h do dia 12 foi levado para o Hospital da Vida, no centro de Dourados, onde teria chegado morto.

Existem suspeitas de que Rosimaldo Porto tenha sido assassinado, mas a causa da morte teria sido registrada como "pneumonia".

Um avião Seneca, pertencente à Funai, pousou há meia hora no aeroporto municipal "Francisco de Matos Pereira" e aguarda o corpo para levar a Brasília. O avião já foi reabastecido e espera apenas a chegada do carro funerário.

O corpo de Rosimaldo Gonçalves Porto seria enterrado ontem à tarde na aldeia Jaguapiru, mas o velório foi interrompido e o corpo levado para a funerária da cidade.

O procurador da República Marco Antonio Delfino de Almeida confirmou há pouco ter conhecimento da história, mas disse que não possui detalhes do caso. A administradora regional da Funai, Margarida Nicoletti, não foi localizada no escritório do órgão em Dourados.

Regras de comentário