A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

18/09/2009 09:47

Correios recorrem ao TST contra greve de funcionários

Redação

Os Correios vão recorrer ao TST (Tribunal Superior do Trabalho) contra a greve dos funcionários, que cruzaram os braços na quarta-feira e pressionam por reajuste salarial. A empresa deve acionar o tribunal nesta sexta-feira.

Conforme a assessoria de imprensa, 27 dos 35 sindicatos representativos dos empregados em todo o país rejeitaram a proposta de reajuste imediato de 9% e um aumento linear de R$ 100 a partir de janeiro de 2010.

O acordo valeria por dois anos, com o compromisso de não haver desconto dos dias parados se os empregados retornassem ao trabalho. Em contrapartida, os funcionários ficariam sem aumento salarial até agosto de 2011.

Em Campo Grande, o sindicato da categoria informa que ainda fará assembleia para discutir a proposta da empresa. Em Dourados, a assembleia será às 17h.

Segundo a assessoria de imprensa dos Correios, a greve tem adesão de carteiros da Capital, Aquidauana e Dourados. As agências permanecem abertas, contudo, sem o trabalho dos carteiros, a distribuição de encomendas foi afetada.

Em Campo Grande, diariamente, são distribuídas cerca de 170 mil correspondências. Segundo a assessoria, a prioridade é entregar sedex, telegrama e malotes.

Caso o TST entenda que existe abusividade por parte do movimento grevista, os Correios poderão iniciar contratação temporária a partir de segunda-feira.

A categoria reivindica uma reposição salarial de 41,03%. Os trabalhadores ainda exigem um aumento linear de R$ 300 no piso salarial da categoria, que atualmente, é de R$ 640.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions