A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

21/06/2018 13:52

Corretores de imóveis escolhem presidente de conselho na próxima terça

Três chapas estão na disputa pela nova diretoria do conselho. Urnas serão instaladas em diversos municípios

Gabriel Neris
Eli Rodrigues, vice da atual gestão, é um dos candidatos a presidência do Creci-MS (Foto: Divulgação)Eli Rodrigues, vice da atual gestão, é um dos candidatos a presidência do Creci-MS (Foto: Divulgação)

Está marcada para a próxima terça-feira (26) a eleição para a presidência do Creci-MS (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis de Mato Grosso do Sul). Cerca de 3 mil profissionais dos 6,5 mil inscritos na entidade poderão votar das 9h às 17h.

A eleição será disputada por três candidatos. A chapa 1, denominada “Construindo o Futuro”, é encabeçada por Delso José de Souza. A chapa 2 tem como candidato a presidente o vice da atual gestão Eli Rodrigues. A chapa é denominada “Chapa do Eli: Ação, União e Participação”. A chapa 3 é a “Creci para Todos”, que tem como candidato Marlon Tony Brandt.

De acordo com o Creci, a eleição é organizada pelo Cofeci (Conselho Federal de Corretores de Imóveis) com as mesmas urnas eletrônicas utilizadas nas eleições majoritárias.

Urnas eletrônicas serão instaladas em Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Coxim, São Gabriel do Oeste, Aquidauana, Naviraí, Nova Andradina, Bonito, Corumbá e Paranaíba, Chapadão do Sul e Amambai.

O voto é obrigatório e, segundo a entidade, quem não comparecer pagará multa correspondente ao pagamento da anuidade, R$ 610. Onde não houver urna eletrônica, os profissionais deverão procurar o local mais próximo do seu município.

O mandato é de três anos. O órgão estadual normatiza e fiscaliza a atuação dos corretores de imóveis e também recebe denúncias da população. Também cabe ao órgão a possibilidade de cassar a licença de trabalho.

“É um Conselho igual das demais profissões liberais, porque o Corretor de Imóveis, também, é um profissional liberal”, afirma o diretor Nacional de Fiscalização, Claudemir Neves.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions