A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019

13/09/2010 14:54

Coxim confirma primeira morte por leishmaniose visceral

Redação

O município de Coxim, a 260 quilômetros de Campo Grande, registrou a primeira morte por leishmaniose visceral. O funcionário público municipal João Gonçalves da Silva, de 55 anos, morreu na madrugada da última quarta-feira (8) na Santa Casa de Campo Grande, onde estava internado.

A confirmação da doença consta no atestado de óbito da vítima, que deixa esposa e cinco filhos.

A cidade investiga também a morte de um morador do bairro Ilha Bela pela mesma doença. A causa da morte da outra vítima ainda consta como indeterminada no atestado de óbito e foi colhido material para verificar a suspeita.

Além destes, já foram confirmados outros quatro casos de leishmaniose na cidade, três em crianças menores de cinco anos, com incidência nos bairros Santa Maria e Ilha Bela.

A quarta vítima é um Erinaldo Rucaglia, de 38 anos, cuja doença foi constatada quando ele estava internado no Hospital Universitário. Nos quatro casos as pessoas se recuperam e não correm de morte.

Conforme informado pela gerente de Vigilância em Saúde, Adriana Haidar, ao site Edição MS, os números indicam um surto da doença em Coxim. (Com informações do site Edição MS)

PF pede 90 dias para fechar inquérito sobre atentado contra Bolsonaro
A Polícia Federal (PF) pediu hoje (16) à Justiça Federal em Minas Gerais mais 90 dias para encerrar o inquérito que apura quem são os responsáveis pe...
Com 3 sorteios na semana, Mega-Sena pode pagar até R$ 27 milhões, amanhã
A Mega-Sena pode pagar até R$ 27 milhões nesta quinta-feira (17) para quem acertar as seis dezenas do prêmio. Nesta semana, excepcionalmente, como pa...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions