A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

22/03/2011 10:55

Dados desatualizados prejudicam eficiência de política de combate ao crime, diz ministro

Renata Giraldi, da Agência Brasil

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, reclamou hoje (22) que a defasagem de dados sobre a criminalidade no país atrapalha a execução de uma política pública eficiente com uso adequado de verbas. Cardozo anunciou que o governo está empenhado em pôr em prática o Sistema Nacional de Informações que vai subsidiá-lo com dados atualizados sobre a violência no Brasil.

As críticas de Cardozo se referem ao dados relativos ao Mapa da Violência no Brasil. O estudo faz um diagnóstico de como a violência tem levado à morte os brasileiros com base em informações do Ministério da Saúde. A última divulgação mostrou o crescimento das mortes de jovens por homicídio, acidentes de trânsito e suicídio.

“A base de dados do mapa já está desfasada porque tem quatro anos de defasagem. Isso é terrível porque é possível que a situação tenha melhorado ou piorado, por exemplo”, disse Cardozo.

“Não é simples porque há estados que subnotificam. Temos de fazer um diagnóstico muito claro sobre o que temos de fazer sobre criminalidade”, acrescentou.

Cardozo reiterou sua preocupação com os dados defasados utilizados para elaboração do Mapa da Violência. “É impossível fazer uma política de segurança pública eficaz, focada, razoável, sem informações muito atualizadas”, afirmou.

O ministro ressaltou que é necessário conhecer a realidade para poder usar o dinheiro público. “Como ministro da Justiça, tenho de saber onde acontece o crime, a dimensão desse crime para que eu possa saber a causa, para que eu possa, em colaboração com o governo do estado, ter ações eficazes”, disse ele.

Cardozo afirmou que está empenhado em obter a atualização dos dados o mais rápido o possível para mudar o quadro atual. “Vou dar prioridade a isso. Sem um sistema de informações, tudo que se faz é algo um pouco às trevas. É importante para o governo federal e estadual que o dinheiro seja bem aplicado.”

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions