A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/12/2011 22:05

Delegacia Virtual regista quase 20 mil atendimentos de janeiro a novembro

Edmir Conceição*
Registro de ocorrência pela internet agiliza atendimento. (Foto: Edemir Rodrigues/Secom)Registro de ocorrência pela internet agiliza atendimento. (Foto: Edemir Rodrigues/Secom)

A Secretaria de Justiça e Segurança Publica (Sejusp) divulgou nesta quinta-feira (8) o balanço dos últimos onze meses dos atendimentos da Delegacia Virtual de Mato Grosso do Sul (Devir). Foram registradas 19.534 notificações de furto simples, extravio e desaparecimento.

De acordo com o levantamento, o serviço mais procurado pelo atendimento online são os boletins de ocorrência de extravio. No total foram 18.314 entre janeiro e novembro, uma média de 1.665 registros mensais, o que representa 94% de todos os casos notificados na Devir. Os casos de furto simples somam 1.190, com média mensal de 108 notificações e 30 desaparecimentos, cerca de três boletins ao mês.

Com a proximidade das festas de fim de ano, o mês de novembro foi considerado mais crítico para os registros online, com 64 notificações diárias. O investigador Adilson Costa, supervisor da delegacia virtual, ressalta a importância de o consumidor ficar atento ao ir às compras. “É preciso ter cuidados especiais. A dica é colocar a bolsa na frente do corpo, como principal medida preventiva para se evitar pequenos furtos e até mesmo o extravio de documentos e pertences”, lembra Adilson.

De acordo com o supervisor da Delegacia Virtual, o extravio de identidade é mais comum com 35% das ocorrências, seguido de carteira de habilitação (32%) e carteira de trabalho (18%). Outros extravios como documentos de veículos, celulares e cartões completam a lista. Adilson lembra a população da importância do registro do boletim de ocorrência. “Ao extraviar qualquer documento o cidadão pode fazer a ocorrência em qualquer uma das 125 delegacias ou através da Delegacia Virtual, que é mais prático e mais rápido, evitando assim que alguém utilize o documento extraviado indevidamente”, explica o supervisor.

Levantamentos realizados recentemente apontam entre as ocorrências de 2007 a 2010 que 60% dos registros são furtos simples de celular e 40% de documentos públicos (identidades, carteiras de trabalho e outros). Adilson faz um alerta à população na hora de registrar o boletim na Devir. “Ao registrar extravio ou furto de celular, é obrigatório saber a marca e o modelo do aparelho, além do número de série e do Identificador Internacional de Equipamento Móvel (Imei), que podem ser encontrados na nota fiscal ou informados através do atendimento ao consumidor da operadora”, completa o supervisor.

Denúncias

Além do registro de ocorrências, outro serviço importante oferecido pelo site são as denúncias de violência contra crianças, adolescentes e mulheres; perturbação da tranquilidade; maus tratos a animais; queimadas; pontos de vendas de entorpecentes e outras. “A população deve denunciar, exercendo assim sua cidadania e agregando valor ao seu bairro, com a vantagem de morar em um local mais tranquilo. O denunciante não precisa se identificar, precisa somente estar provido da maior quantidade de informações possíveis”, ressalta Adilson Costa.

Atendimento

A delegacia abrange todo Estado e o atendimento é feito 24 horas todos os dias da semana, por dois policiais, que se revezam nos plantões. O número de ocorrências tem aumentado diariamente, em proporção considerável. De janeiro a novembro deste ano a delegacia virtual registrou 849 atendimentos, média mensal de 77 ocorrências, contra 678 em 2010; um aumento de nove registros mensais.

Desaparecimentos

A Devir também oferece o serviço de comunicação de desaparecidos. O supervisor ressalta que não é preciso esperar 24 horas para se registrar a ocorrência. “No máximo duas a três horas, a família já pode acessar o site e informar o desaparecimento. Assim que a ocorrência é validada, entramos em contato com a central da Polícia Militar. Ela aciona suas viaturas e damos início à busca. São informadas as características da pessoa, a roupa e as circunstâncias do desparecimento. Se estiver com o veículo, informamos os dados do automóvel e a placa para uma busca mais minuciosa”.

Boletins

O cidadão pode registrar através da Delegacia Virtual furtos simples, de objetos de pequeno valor, extravio de documentos e desaparecimento de pessoas. Os boletins de ocorrências, que são gratuitos, e válidos em todo território nacional, podem ser feitos pelo site da Polícia Civil (www.pc.ms.gov.br).

Existem também um ponto de atendimento da Delegacia Virtual localizado na rua Padre João Crippa, 1581. No local estão disponíveis três terminais de autoatendimento, em que as pessoas podem acessar a Delegacia Virtual e realizar o boletim de ocorrência online, se preferirem.

(*) Informações de Luciana Bomfim Daige Taveira/Secom



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions