A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

16/10/2008 22:24

Delegada encerra inquérito e pode pedir novas prisões

Redação

A delegada de Atendimento à Infância e Juventude, Maria de Lourdes Cano, deve divulgar nesta sexta-feira o resultado do inquérito que apura as circunstâncias e a quantidade de envolvidos nos crimes cometidos pelo adolescente que matou três pessoas em Rio Brilhante, sempre deixando as vítimas em posição de crucificação.

Ela acredita que pelo menos 5 amigos do adolescente sabiam dos crimes e todos podem ser punidos por isso. Quatro admitiram que viram as roupas e objetos das vítimas, guardadas pelo maníaco após as execuções.

Quando chegaram ao adolescente, no quarto dele, os policiais encontraram jornais com notícias sobre os crimes, posters do criminoso paulista conhecido como Maníaco do Parque, objetos como a blusa, o celular e uma pulseira de Gleice Kelly, de 13 anos, a terceira e última vítima.

O assassino também guardava o celular de Letícia, a segunda executada e o canivete usado para escrever a palavra

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions