A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

15/10/2015 10:26

Dengue faz mais uma vítima e soma 13 mortes em Mato Grosso do Sul

Viviane Oliveira
Manter a limpeza dos terrenos, por exemplo, ajuda a a combater a proliferação do Aedes aegypti. (Foto: arquivo/Marcelo Calazans) Manter a limpeza dos terrenos, por exemplo, ajuda a a combater a proliferação do Aedes aegypti. (Foto: arquivo/Marcelo Calazans)

Foi confirmada mais uma morte por dengue. O caso aconteceu em Itaporã, distante 227 quilômetros de Campo Grande. No total, de janeiro até agora, 13 pessoas morreram com a doença em Mato Grosso do Sul, de acordo com a boletim epidemiológico divulgado ontem (14), pela Secretária de Estado de Saúde.

Até agora, foi registrada uma morte por causa da doença em Corumbá, duas em Campo Grande, três em Dourados, uma em Juti, uma em Paranhos, duas em Sonora, uma em Três Lagoas e uma em Maracaju. Em Miranda, há um caso de morte sob suspeita que é investigado pela secretária.

Conforme o órgão, dos 79 municípios, 64 estão com alta incidência da doença, 13 com média incidência e apenas três cidades como Batayporã, Corguinho e Dois Irmãos do Buriti com baixa incidência.

As cidades que lideram o ranking são Iguatemi com 1.280 casos, Selvíria com 379 e Sonora com 954. Campo Grande, aparece na 47º posição com 5.978 notificações. O Governo Federal aponta três níveis de incidência de dengue, sendo o nível baixo, até 100 casos por 100 mil habitantes, o médio, de 101 a 300 casos, e o alto índice, acima de 300.

O ano ainda não terminou e 30.839 casos já foram notificados em Mato Grosso do Sul, 233% a mais do registrado no ano passado, quando foram 9.256.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions