A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

29/05/2009 08:22

Diagnóstico errado de Aids tem indenização de R$ 15.000

Redação

Por causa de um exame errado do Lacen/MS (Laboratório Central), na Vila Ipiranga, em Campo Grande, um músico sul-mato-grossense passou dois anos achando que era portador do vírus da Aids. Ele só foi descobrir o erro quando resolveu fazer um novo exame. Apesar dos prejuízos que teve, ele ganhou na Justiça a indenização do Estado, por danos morais, de apenas R$ 15 mil.

O juiz Fernando Paes de Campos argumentou na decisão que o valor "cumpre os requisitos da compensação pecuniária por dano moral, punindo a conduta ilícita, servindo de desestímulo para que não pratique atos semelhantes, e compensando a dor experimentada pelo autor, sem lhe causar enriquecimento ilícito".

O exame com resultado soropositivo aconteceu em 2002 e o erro foi descoberto em 2004. Mas a decisão favorável ao músico só ocorreu no último dia 15. O valor da ação era de R$ 300 mil.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions